quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

FINALMENTE FÉRIAS!!!

FÉRIAS!!!!


FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO.


Eletrolux apresenta, o aspirador Pet Lover.

Produto foi especialmente desenvolvido para aspirar os pelos dos animais de estimação, espalhados pelo sofá, tapete e afins.

Ao lado do aspirador Pet Lover, mascote da marca recepcionava visitantes no estande.
Crédito: Alex Pereira

Os pelos de cães e gatos que ficam grudados pelo sofá, tapete, cortina, entre outros locais, estão com os dias contados. É que a Eletrolux, fabricante de eletrodomésticos, apresentou o aspirador Pet Lover durante a Pet South America. O aparelho foi especialmente desenvolvido para aspirar os pelos que ficam grudados nesses locais.

Comercializado apenas em pet shops, o produto traz acessórios diferenciados como o bocal mini turbo que conta com cerdas giratórias. Elas são ideais para carpetes, estofados e almofadas que, segundo o fabricante, limpam as fibras dos tecidos, retirando os pelos menores.

Prático, o Pet Lover pode ser usado tanto na posição horizontal quanto na vertical, facilitando a limpeza de cortinas.

Outro acessório é o bocal com fitas de velcro. A peça é perfeita para limpar pisos laminados e frios, pois as fitas “grudam e prendem” os pelos que se encontram no chão. Além desses, o Pet Lover conta com outros bocais para a limpeza convencional.

Durante o evento que aconteceu de 22 a 24 de julho, no Transamerica Expo Center, a empresa apresentou o novo portal Pet Lover. Repaginado, o ex-blog conta agora com novas ferramentas que convidam o público a interagir.

Guarda-chuva para cães.

Com esta invenção japonesa você não terá desculpa para não passear com seu pet.
Acessório é acoplado à coleira, garantindo proteção contra a chuva.

A chuva não é mais desculpa para não levar o pet para passear.
Crédito: Reprodução/ Lieben.

Para garantir que os totós façam o seu passeio diário mesmo em dias chuvosos, uma empresa japonesa especializada em guarda-chuvas estilosos acaba de lançar um produto exclusivo para os pets. A responsável pela inovação é a Lieben que desenvolveu o acessório em dois tamanhos, o que permite que até mesmo os cães de grande porte também sejam protegidos da água. Essa é uma boa alternativa para as capinhas de chuva já existentes no mercado brasileiro. Segundo o fabricante o produto é na verdade, uma adaptação do já conhecido guarda-chuva, mas vem com uma guia especial que possibilita o encaixe do produto na coleira do animal. O acessório custa, em média, 21,50 dólares, o equivalente a 38 reais.

Fundo Holandês de Cães Guia comemora 75 anos.

Beatriz da Holanda visitou o canil onde os cães são treinados.
Crédito: Reprodução / AT5 Nieuws.

Enquanto o Brasil dispõe de apenas 70 cães guia para 5 milhões de deficientes visuais, a Holanda possui 500 usuários ativos com os animais treinados. Por esse motivo, a rainha Beatriz da Holanda presidiu, na última quinta-feira, 27 de maio, as celebrações do 75º aniversário do Fundo Holandês de Cães Guia (KNGF Geleidehonden), na cidade de Amstelveen. A entidade foi fundada em 1935, e desde então, é responsável por custear a formação dos animais para os deficientes visuais. Anualmente, a organização prepara 90 cachorros para prestarem esse serviço. Os filhotes permanecem mais de um ano em um canil, onde eles são ensinados a se acostumarem com shoppings lotados, estações ferroviárias e multidões. Com quinze meses eles vão para a escola do KNGF, onde são ensinados a contornar obstáculos. Entre seis a oito meses depois, os cães estão prontos para a função.

Livro infantil explica como cães e gatos "funcionam"


“Por que os cães são parecidos com os donos” é uma das dúvidas que o livro infantil responde.
Crédito: Reprodução/Sitio do Livro.
Como “funcionam” os cães? E os gatos? Exatamente para responder a essas dúvidas, muito comuns entre as crianças, que a editora portuguesa Civilização lançou dois títulos infantis, que abordam o assunto de maneira original e divertida. De acordo com o site Diário Digital, os títulos foram escritos e ilustrados por Alan Snow, que responde em Como Funcionam os Cães! dúvidas como: “por que é que os animais são tão parecidos com os donos? O que é um sensor de temperatura nasal? Por que é que os cachorros mordem os veterinários?” Já em Como Funcionam os Gatos!, o livro revela “qual é a missão secreta dos felinos na Terra”, aonde os bichanos vão à noite, e por que é que os cachorros são seus “inimigos”. Certamente, as crianças se divertirão com a revelação dos segredos e os hábitos caninos e felinos. Segundo a editora, depois de ler os livros, os pequeninos nunca mais irão olhar para seu cachorro ou gato da mesma maneira.

Alemanha lança hotéis 5 estrelas para cães.

Cachorros merecem descanso, como todos nós.
Crédito: Flickr/CC - Randy Son Of Robert.
Todos merecem descansar, e ser tratado bem durante esse momento é ainda mais relaxante. Mas parece que não são apenas os humanos que apreciam ser “vip”, os seus cachorros também. Pensando nisso, a Alemanha já oferece três hotéis para seus hóspedes caninos com serviços cinco estrelas. Segundo o site do jornal britânico Metro, entre as regalias oferecidas aos caninos estão: um teatro para cachorro, um quarto exclusivo onde se ouve música clássica e até espreguiçadeiras na praia. É oferecido ainda um serviço de ônibus para pegar os animais e trazê-los para o hotel. Para os interessados, as três franquias do luxuoso hotel ficam em Berlim, sendo que os dois últimos foram abertos após o grande sucesso do primeiro.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

ONG promoveu campanha contra abandono de animais.

Entidade Pense Bicho,
de Curitiba, quer combater
a posse irresponsável.
Pesquisas apontam que o fim do ano e o período de férias é a época em que aumenta o número de animais abandonados. Com o objetivo de combater esse triste índice, integrantes da ONG Pense Bicho, de Curitiba, decidiram lançar uma campanha que incentiva a posse responsável. O evento aconteceu a partir das 9h deste sábado, 12 de dezembro.

A entidade distribuiu panfletos aos pedestres alertando para o problema do abandono e defendendo a posse responsável de animais domésticos. Uma pesquisa recente feita pela ONG revelou que cerca de 3% dos pets de Curitiba vivem pelas ruas da capital paranaense, em um universo de 430 mil. O número equivale a 12 mil bichinhos.

O problema se agrava ainda mais com o fim do ano, quando as pessoas saem para viajar e não têm onde deixar seus pets. Vale lembrar, no entanto, que a atitude é criminosa. Isso porque a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9605/98) prevê punição pesada aos infratores: multa e detenção de três meses a um ano, dependendo da gravidade do problema causado pelo abandono.

Paris Hilton promove campanha de adoção.

Socialite trabalhou como voluntária em um abrigo de animais e resolveu adotar mais um chihuahua de três anos.
Socialite trabalhou em um abrigo de animais como punição por ter sido flagrada portando cocaína na bolsa
Crédito: Reprodução/ People Pets.

Quem poderia imaginar que a punição que Paris Hilton recebeu em agosto por porte de cocaína acabaria sendo benéfica para os animais abandonados? Mas foi exatamente isso o que ocorreu. A socialite precisou trabalhar como voluntária em um abrigo de cães e gatos abandonados, em Las Vegas, e depois de ter se comovido com a situação dos bichinhos, resolveu fazer uma campanha em seu Twitter.

De acordo com o site da revista People Pets Paris trabalhou limpando o abrigo, trocando a água dos animais e distribuindo cobertores. Famosa por seu amor incondicional pelos cães a socialite logo se encantou por um Chihuahua disponível para adoção e não pensou duas vezes: levou o peludinho para casa.

O sortudo tem três anos e foi batizado de Sid Vicious. A experiência no abrigo de animais fez com que Paris incentivasse seus seguidores no Twitter a não comprarem cães e gatos. “Nesse Natal, se você está pensando em adquirir um cão ou gato, vá a um abrigo de animais. Salve uma vida. Não compre, adote”, escreveu.

Cadela da à luz 17 filhotes na Alemanha.

Número de animais varia entre quatro a seis por ninhada. Felizmente, todos os cãezinhos nasceram fortes e saudáveis.
Apesar de numerosos, os filhotes nasceram fortes e saudáveis
Crédito: Reprodução/ Daily Mail

A cena lembra muito o filme 101 Dálmatas, em que o casal Roger e Anita passa pelos maiores apuros para cuidar de dezenas de filhotinhos, mas só que desta vez, aconteceu na vida real. Uma cadela da raça Rhodesian Ridgeback deu à luz 17 filhotes de uma vez só, na Alemanha, deixando sua dona, literalmente, muito ocupada.
De acordo com o jornal Daily Mail a cadela de Ramona Wegemann deu à luz oito fêmeas e nove machos, todos fortes e saudáveis. Em entrevista à publicação a alemã contou que as primeiras semanas de vida dos filhotes foram muito cansativas, já que ela precisou ajudar sua cadela a alimentar a ninhada. “Quando eu terminava de dar comida para o último filhote o primeiro já estava com fome novamente”, desabafou.
Os 17 cachorrinhos nasceram no dia 28 de setembro na cidade de Ebereschenhof, próxima a Berlim e foram chamados de Bahati, Binta, Bahya, Bashima, Batouuli, Binki, Bora, Bisa, Baakir, Banjoku, Belay, Bruk, Bundu, Bayo, Bukekayo, Biton e Bulus. O difícil é escolher qual deles é o mais fofo!

Miniporco ‘vira’ sensação entre presentes de Natal no Reino Unido

Criadora recebeu uma grande quantidade de pedido.
Britânicos querem comprá-los como presentes de Natal.
Miniporcos estão entre os presentes favoritos das crianças no Reino Unido. Segundo a agência "Barcroft Media", a criadora Jane Croft recebeu uma grande quantidade de pedidos de última hora de pessoas querendo comprá-los como presentes de Natal.
Miniporco está entre os presentes favoritos das crianças.
(Foto: Nick Obank/Barcroft Media/Getty Images)

A própria Jane mantém um miniporco com animal de estimação. A fêmea chamada "Lady Gaga" tem dez centímetros de altura e 15 cm de comprimento. Após dois anos, ela deve atingir, no máximo, de 33 cm de altura e pesar 30 quilos.

Cão é flagrado entrando em supermercado e roubando osso.

Caso ocorreu em Murray, no estado de Utah.Cena foi flagrada pelas câmeras do supermercado.

Cão entrou no supermercado e fugiu com um osso. (Foto: Reprodução)

Um cão entrou em um supermercado em Murray, no estado de Utah (EUA), seguiu até o corredor de comida para animais e roubou um osso. A cena foi flagrada pelas câmeras de segurança do supermercado, segundo a emissora de TV "KSL".

Vida urbana e aumento da classe C podem influenciar em alta da população de gatos.

O número de gatos aumentou 13,3% no país em 2009, em relação a 2008, segundo dados da Anfalpet (Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos para Animais de Estimação). Já a população de cães cresceu 6,4% no mesmo período. A informação está na reportagem de Tatiana Freitas, para a Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Pesquisa da Comissão de Animais de Companhia do Sindan (Sindicato da Indústria de Produtos para Saúde Animal) aponta que 50% dos gatos vivem na classe C.

As explicações para o "boom" da população felina podem estar ligadas ao aumento da renda, marcado pelo fortalecimento da classe C, e o fato de a população brasileira estar mais concentrada nas cidades -- o estilo de vida urbano.

"Os gatos precisam de menos tempo e dedicação. Como em uma família de classe C todos trabalham, moram longe e passam pouco tempo em casa, os gatos se encaixam mais", afirma Luiz Luccas, presidente da comissão.
Além disso, diz ele, há uma percepção de que o custo de criar um gato é menor do que o de cachorro:
"Gato não precisa tomar banho toda semana."
PRATICIDADE FELINA

A veterinária Luciana Deschamps viu na paixão pelos gatos uma oportunidade de negócios. É proprietária do primeiro pet shop do Brasil exclusivo para gatos.Além de espaço para banhos, que para os gatos são recomendados a cada dois ou três meses, o "cat shop" de Luciana tem uma clínica veterinária, hotel, área de lazer e loja de acessórios.

Luciana estima atender no Sr.Gato (zona oeste de São Paulo), 150 animais por mês apenas na parte médica.

A falta de tempo e de espaço nas grandes cidades estimula a população de gatos, que apresentam uma taxa de crescimento superior à de cães -- o animal doméstico preferido dos brasileiros.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Gato mais feio da Inglaterra quer um lar.

Bichano foi tirado das ruas pela ONG RSPCA e está em busca de donos amorosos.
Reza o ditado que a beleza está nos olhos de quem vê, mas no caso do gatinho Bertie, sua aparência é quase unanimidade. O bichano foi considerado o felino mais feio da Inglaterra e para piorar sua situação, foi abandonado por seus donos.
De acordo com o jornal britânico Metro, a ONG Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals (RSPCA) resgatou o gato Persa na semana passada e desde então procura um novo lar para ele. O bichinho tem oito anos e estava coberto de pulgas. Seu pelo longo também estava tão emaranhado que os veterinários precisaram tosar o animal.
Apesar da falta de beleza, Kathy Kay, porta-voz da ONG, avisa que o gatinho está saudável e que está esperançosa quanto à adoção do bichinho. “Ele provavelmente ficará mais atraente depois que a sua pelagem crescer novamente”.

Gato mais feio da Inglaterra encontra um lar.

Bertie foi adotado por um casal de Merseyside, noroeste do país.

Como foi divulgado recentemente na PetMag, Bertie, o gato mais feio da Inglaterra, estava à procura de um lar. Isso porque o bichano foi abandonado pelos donos e coube à ONG RSPCA cuidar dele até que uma família pudesse adotá-lo. Mas parece que sua história terá um final feliz, isso porque, segundo o jornal Metro, a britânica Claire Hulse ficou tocada com o caso e resolveu conversar com o namorado sobre a possibilidade de adotá-lo. “Meu companheiro disse que eu poderia ficar com o Bertie, desde que eu chamasse a RSPCA”, disse Claire ao jornal Metro. Pouco tempo depois, a Sociedade Real pela Proteção dos Animais (RSPCA) inspecionou e aprovou a residência da britânica em Wirral, Merseyside, que já conta até com uma casinha para o animal. Segundo a publicação, o abrigo foi descrito como “o céu para gato”. Bertie, provavelmente com oito anos, foi encontrado vagando em Farnworth, Bolton, na semana passada. Sua pele estava cheia de pulgas e seu pêlo tão emaranhado que mal podia andar. Sobre a adoção, a vice-administradora do RSPCA, Julie Ashcroft, disse estar “realmente satisfeita por ele ter um novo lar”.

Cão mais feio da Inglaterra encontrou um lar.

Animal de aparência fora dos padrões convencionais de beleza era conhecido como Ugly, mas foi rebatizado como Doug por sua nova dona.
Se para a maioria dos cães e gatos de rua já é difícil encontrar um lar, imagine para um animal um tanto quanto diferente? Esse é o caso Doug, um cãozinho muito especial. Ele tem olhos grandes e esbugalhados, além de um focinho torto e maxilar proeminente, ou seja, está muito fora dos padrões convencionais de beleza. Mas apesar da situação desfavorável sua história teve um final feliz depois que April Parker decidiu adotá-lo.
De acordo com o jornal britânico Daily Mail o cãozinho vivia em um abrigo de animais, onde recebeu o nome de Ug, abreviação de Ugly, que significa “feio” em inglês. Depois de ser nomeado o cachorro mais desprovido de beleza do Reino Unido o destino do pet acabou mudando. April viu a foto do animal no site do santuário Mayflower e resolveu adotá-lo. A britânica pagou cerca de 200 libras para levar o pet para casa, mas admitiu que ele vale cada centavo.
Além de sua aparência singular o bichinho também sofre de cegueira parcial, o que exige cuidados específicos. Mas a britânica não se incomodou com a deficiência do animal, muito menos com sua aparência. April mora com seus dois filhos, Skye, de 15 anos, e Jasmine, de 13, que também ficaram muito felizes com a adoção de Doug.
Em entrevista à publicação, April declarou que está satisfeita com a companhia do novo membro da família. “Quando as pessoas olham para ele, elas dão uma segunda olhada. Ele parece cômico com seus olhos esbugalhados e dentes tortos”. Segundo a britânica Doug tem um ótimo temperamento e é adorável.

Família reencontra gato que havia sumido há 13 meses.

Caso ocorreu em Racine, no estado de Wisconsin.
Felino foi achado porque tinha microchip de identificação.
Kathy Holley e seu filho Dwight com o gato 'Harry'.
(Foto: Scott Anderson/Journal Times/AP ).
Uma família de Racine, no estado de Wisconsin (EUA), recuperou seu gato de estimação 13 meses depois dele ter sumido. Os donos do felino chamado "Harry" foram localizados por uma entidade de animais, porque "Harry" tinha um microchip de identificação.

Ultrassom antilatidos vira arma polêmica contra o barulho dos cachorros.

Usuários gostam do aparelho;
protetores dos animais acham que ele é uma violência.
Reprodução/Mail Online
Segundo a Suipa, antes de evitar que o cachorro lata,
o ideal é entender o motivo pelo qual ele está fazendo tanto barulho.

Eles são encontrados em poucas lojas de São Paulo, mas já têm dado o que falar.

Polêmicos, os "ultrassons antilatidos" emitem um barulho perceptível apenas aos cachorros e são acionados todas as vezes em que o animal late, causando-lhe incômodo.

Amplamente disponíveis em sites internacionais, eles são uma das saídas mais comentadas entre participantes de grupos relacionados a ruídos na internet - geralmente pessoas que se sentem atormentadas pelo cachorro do vizinho e não podem estudar ou dormir direito por causa dos altos e constantes latidos.

No Brasil, os aparelhos custam até R$ 400. No exterior, a média de preço é R$ 136 (US$ 80).
De usuários, a reportagem ouviu mais elogios que críticas. Há resistência, contudo, por parte de adestradores quanto à eficiência do produto e por parte de sociedades protetoras dos animais, que afirmam que os bichos sofrem violência.

Para Armen Neliksetyan, da MeGT, fabricante de aparelhos antirruído no Brasil, os usuários mostram satisfação e o produto não é ofensivo ao animal. Ele cita o uso de aparelhos de ultrassom por carteiros no Reino Unido e em treinamentos de caça em diferentes países como exemplo da aceitação do aparelho.

Ele pede a regulamentação no país desse tipo de apetrecho.
A Sociedade União Internacional Protetora dos Animais (Suipa) critica especialmente o comportamento de responsáveis por animais que não se preocupam com o excesso de latidos. Izabel Nascimento, presidente da entidade, afirma que - antes de fazer com que o cachorro simplesmente parar de latir - é preciso entender o motivo pelo qual ele está fazendo tanto barulho.

- Por que o cachorro está latindo? Se é porque fica sozinho o dia inteiro, essa pessoa não pode ter cachorro.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Conheça o animal de estimação do sertanejo Sorocaba

adora nadar e é o xodó da família do artista.

- O cantor Sorocaba, parceiro do sertanejo Fernando, adora curtir as horas de folga ao lado de um simpático cão da raça labrador. Por causa da cor de seu pelo, preta, o pet de 13 anos foi batizado como Zorro.

- Animais dessa raça costumam ser dóceis, alegres e muito inteligentes. Zorro não é diferente, conta o orgulhoso dono.

- Meu cachorro foi criado em uma fazenda. Agora, vive em casa comigo e com meus pais. Lá tem um quintal bem grande, onde ele pode brincar e correr. Ao contrário de alguns bichos que fogem da água, Sorocaba revela que Zorro adora nadar.

- Outro traço comum aos labradores.

- Se ele vir um lago, pula logo dentro. É o que fazia quando morávamos em uma fazenda. Mas o cantor não é o único que se derrete pelo animal. Quando Sorocaba está na estrada, é a mãe, dona Renata, quem cuida de Zorro.

Dicas de verão para o bem-estar de seu cachorro

Com o calor, a tendência é que os animais passem mais tempo fora de casa, aumentando o risco de acidentes e queimaduras.
Os animais não devem fazer passeios das 12h às 16h para evitar insolação e queimaduras
Crédito: Flickr/ CC – Jesslee Cuizon
Na próxima terça-feira, 21 de dezembro, chega oficialmente o verão brasileiro, e com ele a promessa de muito sol e calor. Apesar da estação ser convidativa para passeios e viagens, alguns cuidados devem ser tomados com o bem-estar dos cães, com o objetivo de mantê-los felizes e saudáveis. Confira a seguir algumas dicas para prevenir os principais problemas da estação mais quente do ano.

Queimaduras
Os cães têm a sola das patas muito sensíveis, portanto, evite passear com os animais durante os horários mais quentes, entre às 12h e às 16h. Uma boa alternativa é caminhar com os pets no gramado para evitar queimaduras ou esperar até o fim da tarde ou de manhã para as atividades. Os animais de focinho rosado também precisam de protetor solar, bem como na ponta das orelhas.

Insolação
Os cães não transpiram da mesma forma que os humanos, dificultando para eles reduzirem sua temperatura corporal. Sua pelagem também aumenta a sensação de calor, facilitando quadros de insolação. Para evitar o problema o ideal é manter os animais dentro de casa com o ventilador ou ar condicionado ligado, além de tosá-los e dar banhos mais frequentes.

Pulgas e carrapatos
A população de insetos tende a aumentar durante o verão devido ao calor e humidade. Portanto, as chances de seu cão ou gato acabar infestado são maiores. Vale a pena investir em coleiras antipulgas ou medicação específica ministrada por um médico veterinário. Isso porque as pragas podem levar a problemas mais graves como alergias, viroses e anemia.

Desidratação
A água é fundamental para todo ser vivo e não poderia ser diferente para os animais de estimação. No verão, especialmente, a água deve ser oferecida sempre fresca, sendo trocada no potinho do pet no mínimo, três vezes ao dia. Caso o dono tenha condições é aconselhável a compra de um bebedouro que mantenha a água sempre circulando. O produto é recomendado, principalmente, para os gatos, que tendem a ser mais resistentes a água parada para beber.

ONG lança presente canino solidário

Kit Natal contém um calendário com imagens de pets terapeutas e uma camiseta.
Parte da renda será doada para um abrigo de animais.
Kit Natal custa 35 reais e parte desse valor será doado para um abrigo de animais
Crédito: Divulgação/ Projeto Pêlo Próximo.

Se você gosta de animais e ainda não comprou seus presentes, então, que tal investir em alguma causa social? O Projeto Pêlo Próximo – Solidariedade em 4 patas acaba de lançar o Kit Natal Pêlo Próximo, com camiseta e calendário dos pets terapeutas. Os cães e aves do projeto foram fotografados nos principais pontos turísticos do Rio de Janeiro e as melhores imagens foram publicadas no calendário. Lembrando que parte da renda será revertida em prol de 200 animais abandonados do Abrigo João Rosa. O kit pode ser adquirido pelo site do projeto ou pelo email peloproximo@gmail.com. O Kit custa 35 reais e pode ser enviado para todo o Brasil.

Fotógrafo flagra cão sendo transportado em carrinho de bebê

Cena foi registrada no Centro de Bucareste.
Fotógrafo Vadim Ghirda fez a imagem curiosa.
Um cachorro foi flagrado sendo transportado em um carrinho de bebê, nesta sexta-feira (17), no Centro de Bucareste, na Romênia.
(Foto: Vadim Ghirda/AP)

Cachorro vira cadela depois de cirurgia de troca de sexo

Cirurgias de troca de sexo estão se tornando cada vez mais comuns. Mas, para cachorros, o procedimento ainda é uma raridade, assim como a condição da bull terrier Saira, de Staffordshire, no Reino Unido. Ela nasceu tecnicamente hermafrodita – com órgãos genitais de ambos os sexos. Até pouco tempo, seu dono, John Conchie, achava que Saira era um macho. Mas bem que ele desconfiava de algo.
Saira sempre se interessou pelos “meninos” e nunca deu bola para as fêmeas. O veterinário então decidiu fazer uma cirurgia que a tornasse uma “menina” completa. Ela poderia até mesmo ter filhotes. O profissional de Manchester que conduziu a intervenção disse que, em 30 anos de trabalho, nunca viu um caso de hermafroditismo entre cães.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Justin Bieber incentiva a adoção de pets abandonados

Cantor teen é o novo garoto propaganda da ONG PETA e aparece em uma campanha incentivando a adoção de cães e gatos de rua,
faça o mesmo adote um PET.
Justin Bieber adotou Sam, da raça Papilom, há um ano
Crédito: Reprodução/ PETA.
Depois de grandes personalidades abraçarem a causa dos animais abandonados chega a vez de Justin Bieber também deixar sua contribuição. O cantor teen é o mais novo garoto propaganda da ONG PETA e estrela uma campanha da entidade, defendendo a adoção de cães e gatos de rua. “É muito importante que as pessoas adotem”, disse Bieber ao canal Peta2 TV.
O jovem se prepara para lançar seu novo álbum My World e aproveitou o tema do CD para promover a campanha: “My world includes compassion for animals. Yours should too” (Meu mundo inclui a campaixão pelos animais. O seu também deveria). Ainda em entrevista ao canal de TV Bieber contou que sempre incentivou as pessoas à adoção, tanto, que ele mesmo adotou um cachorro há um ano. “Nós nos mudamos para outra cidade e não conhecíamos ninguém, então, eu queria um amigo por perto. Sam foi esse amigo”.

No vídeo Bieber contou também que costumava visitar com seu pai alguns abrigos de animais e por isso conhece a triste realidade de muitos centros de adoção. “Muitos animais estão sendo abusados até mesmo dentro de casa. Acho importante que todos tenham conhecimento desse tipo de situação”.

Adote um bichinho.

Confira as feiras de adoção que acontecem em diversas cidades
do Brasil neste final de semana
Animais disponíveis para adoção estão castrados, vermifugados e vacinados
Crédito: Flickr/ CC – Spitefully

Paraná

Feira de Adoção em Curitiba

No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção “Eu adotei um animal de rua, e você? O evento será das 9h às 16h, na Clínica Veterinária Nossa Senhora da Luz, no Jd Social. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 18 anos e pagar uma taxa de 30 reais (apenas para filhotes). E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em CuritibaQuando: sábado, 18 de dezembro, das 9h às 16hLocal: Clínica Veterinária Nossa Senhora da Luz, na Av. Nossa Senhora da Luz, 1525, Curitiba - PR

Feira de Adoção em Curitiba – Centro Cívico

No próximo domingo, 19 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção com cães e gatos abandonados no Centro Cívico. O evento será das 13h às 18h, no Pet Shop Fofuras. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 18 anos e contribuir com uma taxa de 15 reais. E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em Curitiba – Centro CívicoQuando: todos os domingos, das 13h às 18hLocal: Pet Shop Fofuras, na Marechal Hermes, 678, Curitiba - PR

Bahia

Feira de Adoção em Salvador
No próximo domingo, 19 de dezembro, a União de Proteção Animal de Salvador (UPAS) realizará mais uma feira de adoção com cães e gatos abandonados. O evento acontece das 9h às 14h, na Praça Campo Grande. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 21 anos e pagar uma taxa de 20 reais. Lembrando que para os que não puderem levar para casa um animal, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em SalvadorQuando: domingo, 19 de dezembro, das 9h às 14hLocal: Praça do Campo Grande, em frente ao Corredor da Vitória
São Paulo

Feira de Adoção na Mooca

Nesta sexta-feira, 17 de dezembro, e sábado, 18, o Projeto SOS Felinos realizará mais uma feira de adoção com cães e gatos abandonados. O evento acontece das 11h às 18h, no Cãopanhia Pet Shop, no Parque da Mooca. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG e CPF (originais), comprovante de residência, além de ser maior de 21 anos e passar por uma entrevista com uma protetora. Lembrando que para os que não puderem levar para casa um animal, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção na MoocaQuando: sexta-feira, 17 de dezembro, e sábado, 18, das 11h às 18hLocal: Cãopanhia Pet Shop, na Rua Conde Prates, 84, em frente ao Supermercado Yamauchi
Feira de Adoção no Alto de Pinheiros
No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção com cães adultos e filhotes abandonados do Grupo Patinhas Online. O evento será das 10h às 16h, em frente a entrada principal do Parque Villa Lobos. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 21 anos. Lembrando que a feira acontece todos os domingos. E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade organizadora aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção no Alto de PinheirosQuando: sábado, 18 de dezembro, das 10h às 16hLocal: Av. Professor Fonseca Rodrigues, 2.001

Feira de Adoção em Alphaville

No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção com cães e gatos abandonados do Grupo Anjos dos Bichos. O evento será das 10h às 17h, no estacionamento do Supermercado CompreBem. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 21 anos e pagar uma taxa de 20 reais. E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade organizadora aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em AlphavilleQuando: sábado, 18 de dezembro, das 10h às 17hLocal: Alameda Madeira 363 – Alphaville – SP
Feira de Adoção em Ribeirão Preto
No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção com cães e gatos abandonados do Grupo Cãopaixão. O evento será das 9h às 17h, na esquina da Avenida Presidente Vargas com a Avenida João Fiusa. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, além de ser maior de 21 anos. E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade organizadora aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.


Serviço

Feira de Adoção em Ribeirão PretoQuando: sábado, 18 de dezembro, das 9h às 17hLocal: na esquina da Avenida Presidente Vargas com a Avenida João Fiusa

Minas Gerais

Feira de Adoção em Contagem

No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção da ONG Cão Viver. O evento será das 10h às 16h, próximo ao Zoológico da Pampulha. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência e pagar uma taxa de 30 reais referente às vacinas, castração e vermífugo. E para os que não puderem levar para casa um pet, a entidade organizadora aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em ContagemQuando: sábado, 18 dezembro, das 10h às 16hLocal: Rua 1º de Maio, 165, Contagem - MG
Rio de Janeiro
Feira de Adoção na Glória
No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção do Grupo Adote um Focinho Carente. O evento será das 9h às 15h, na pracinha em frente à antiga TV Manchete. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF e comprovante de residência (de preferência, água, luz ou telefone). E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção na GlóriaQuando: sábado, 18 de dezembro, das 9h às 15hLocal: Praia do Russel, em frente ao prédio da antiga TV Manchete

Feira de Adoção em Copacabana

No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção da SOS Vida Animal. O evento será das 10h às 16h, na Praça Edmundo Bittencourt, perto do metrô Siqueira Campos. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência (de preferência, água, luz ou telefone) e assinar um termo de responsabilidade. E para os que não puderem levar para casa um bichinho, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em CopacabanaQuando: sábado, 18 de dezembro, das 10h às 16hLocal: Praça Edmundo Bittencourt - Bairro Peixoto, Copacabana - RJ

Feira de Adoção em São Gonçalo

No próximo sábado, 18 de dezembro, acontece mais uma feira de adoção com cães e gatos abandonados do Grupo Bem Me Quer. O evento será das 9h às 14h, na Casa do Movimento de Mulheres, em São Gonçalo. Para adotar um bichinho é preciso apresentar RG, CPF e comprovante de residência. E para os que não puderem levar para casa um bichano, a entidade aceita doações de ração, medicamentos, camas, casinhas, cobertores ou ainda uma quantia em dinheiro.

Serviço

Feira de Adoção em São GonçaloQuando: sábado, 18 de dezembro, das 9h às 14hLocal: Rua Jaime Figueiredo nº 2685, atrás da Capela São Gonçalo

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Cachorrinhos com ‘aparência de tigres’ são vendidos na China

Filhotes com pinturas são encontrados em uma rua em Nanjing.
Pelo calendário lunar chinês, ano do tigre começa no dia 14 de fevereiro.

Filhotes de cães, dois deles pintados para se parecerem com tigres, são vendidos em uma rua em Nanjing, na província chinesa de Jiangsu. Os cachorrinhos ganharam a aparência de tigres, já que, pelo calendário lunar chinês, o ano do tigre começa no dia 14 de fevereiro. (Foto: Sean Yong/Reuters).


Gato ganha traje e 'vira' coelho em exposição na Rússia.

Exibição aconteceu na cidade de Krasnoyarsk.Outro felino aparece com uma fantasia de arlequim.
Gatos usam fantasias durante exibição na cidade de Krasnoyarsk, na Rússia. À esquerda, felino usa traje para se parecer com um coelho. À direita, gato com fantasia de arlequim. (Foto: Ilya Naymushin/Reuters)

Adote um pet!

Mesmo que você não tenha condições de ter um pet em sua casa, não aceite o abandono de um animal como "coisas da vida". Se encontrar um animal abandonado e não puder ficar com ele, cuide para que seja encaminhado para uma ONG ou abrigo. Lá, com certeza, ele será bem cuidado, até que encontre um lar. Se não puder adotar, procure ajudar de outras formas, doando medicamentos, rações, etc. Veja, por exemplo, o trabalho da Marta e do Mauro, da PetFeliz. Mesmo sem possuir um abrigo, eles fazem um trabalho lindo pelos animais abandonados.
Visite o site e conheça mais, www.petfeliz.com.br.

Pílula contra pulgas e carrapatos.

Novo medicamento, ainda em teste, pode acabar com parasitas.
Para ajudar na vida dos animais, cientistas desenvolvem pílula contra parasitas
Crédito: CC Alan Bruce
Mais uma inovação para a medicina veterinária está sendo testada em New Jersey, Estados Unidos. Uma pílula, que deve ser ingerida uma vez ao mês por gatos e cachorros, pode acabar de vez com parasitas como pulgas e carrapatos na vida dos pets.

Cientistas liderados por Peter Meinke, do Laboratório Merck, estão desenvolvendo o novo medicamento e afirmam que a necessidade para eliminar essas preocupações é o motivo da pesquisa. Estudos mostram que em 2007 havia 71 milhões de cachorros e 81 milhões de gatos nos Estados Unidos, e mais da metade já sofreu com infecções de ecoparasitas.

Os testes realizados com a nova pílula demonstraram uma eficácia de um mês contra os parasitas, e não mostrou nenhum efeito tóxico nos animais. Os pesquisadores conseguiram o medicamento a partir de um fungo que se mostrou eficiente contra pulgas e carrapatos.

No mercado, a maioria desse tipo de remédio é em forma de pó ou spray. Porém, em forma de pílulas é mais requisitado por donos de animais, pois elas não saem no banho e ainda não suja todos que tocam o bicho.

Pulgas: deixe o ambiente e seu pet longe dos parasitas

Altas temperaturas facilitam a reprodução do inseto, responsável por alergias, verminoses e até mesmo quadros de anemia severa.




Os parasitas se multiplicam com mais facilidade em climas mais quentes
Crédito: Flickr/ CC – brontosaurus.


Apesar de serem praticamente microscópicas, as pulgas podem causar danos realmente grandes nos animais de estimação. Isso é o que explica o Prof. Dr. Ronaldo Lucas, coordenador da residência médica e da especialização em dermatologia veterinária da Universidade Anhembi Morumbi. O parasita se alimenta do sangue de mamíferos e aves e é responsável pela transmissão de doenças graves como o tifo e peste bubônica nos humanos.
Já em cães e gatos, as pulgas causam, principalmente, alergia, caracterizada por lesões, coceira e vermelhidão no local da picada. Segundo o dr. Ronaldo os donos devem ficar ainda mais atentos durante as estações quentes como a primavera e o verão, que apresentam condições climáticas mais favoráveis para a reprodução das pulgas.
Existem diversas maneiras para prevenir o problema nos animais, sendo a aplicação de anti-pulgas, no mínimo, uma vez ao mês uma das formas mais eficazes. O médico destaca, no entanto, que os gatos são mais sensíveis e necessitam de uma medicação específica. Fêmeas gestantes e filhotes, além de animais doentes ou com feridas também não devem receber medicação sem a prescrição médica.
Pulgas dentro de casa

Filhotes e fêmeas gestantes precisam de prescrição veterinária antes da aplicação de anti-pulgas

Crédito: Flickr/ CC – sky_mitch.

O tratamento para o combate dos parasitas é importante pois evita que doenças mais graves ocorram, como viroses e até anemias. Também é comum que animais com pulgas apresentem alterações de comportamento, tornando-se mais irritadiços, nervosos e estressados de tanto se coçar.
Para eliminar a infestação nos ambientes internos é preciso ter cuidados mais específicos, como explica o veterinário. “Se a casa tiver carpete ou tacos, pode favorecer a multiplicação dos parasitas, já que uma fêmea vive 100 dias e pode produzir 12 ovos por dia, portanto, o correto é aspiração ou uso máquinas de vapor frequente”.
Outra forma eficaz de eliminar os insetos do ambiente é a dedetização. Existem empresas especializadas no serviço, mas vale lembrar que eles eliminam apenas as larvas. “O mercado conta com produtos para o ambiente, onde estão os ovos, larvas e casulos de pulgas, mas a aplicação frequente também se faz necessária”.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Primeiros socorros para cães e gatos.

Livro ensina principais procedimentos de emergência para animais e dá dicas para o próprio dono avaliar a saúde do pet.
Livro ensina como dono deve agir em casos de emergência.
Crédito: Reprodução / Gutenberg.
Quando há uma emergência com seu bichinho de estimação e seu veterinário não está disponível no momento, o que você faz? Nessa hora, muitos acabam entrando em pânico e não sabem como agir. Por isso, para ajudar os donos nesse momento difícil, a americana Amy D. Shojai, especializada em medicina de emergência, escreveu o livro Primeiros Socorros para Cães e Gatos. A publicação acaba de ganhar uma versão em português e conta com a colaboração de mais de 80 médicos veterinários, entre norte-americanos e brasileiros.
Na obra, a autora mostra técnicas de imobilização e de ressuscitação cardiopulmonar, além de dar dicas de quais medicamentos e em que quantidades os remédios para humanos podem ser usados nos animais. A americana ensina ainda como avaliar os principais sinais vitais de cães e gatos.
O guia também lista um kit de primeiros socorros que é preciso ter em casa. Entre os materiais sugeridos estão tesouras sem pontas (para curativos), focinheira, termômetro clínico, tosquiador elétrico (para aparar pelos em volta de feridas), plástico bolha (para tala de imobilização) e soro fisiológico (para limpar feridas).
Quem tem um bichinho em casa precisa também estar atento ao seu comportamento. Falta de apetite e apatia, por exemplo, podem esconder diversas doenças. Isso sem falar nos acidentes e imprevistos tão comuns na vida dos pets.
O preço sugerido do livro, disponível nas principais livrarias do Brasil, é 49,90 reais.

Adote um pet neste Natal.

Campanha mostra ex-cães abandonados esbanjando felicidade enquanto se preparam para o Natal em seus novos lares.





Universidade americana usa cães para reduzir estresse pré-prova

Iniciativa ocorreu na universidade de Tufts em Medford.
Quatro cães interagiram com estudantes em visita surpresa.
Cães visitaram na terça-feira o campus da universidade de Tufts em Medford, no estado de Massachusetts (EUA), na tentativa de ajudar os alunos a reduzir o estresse durante o período de prova final. (Foto: Gretchen Ertl/AP)
Quatro cães interagiram com os alunos no campus da universidade de Tufts.
(Foto: Gretchen Ertl/AP)


Fabricante lança vasilha portátil para cães e gatos

Magic Bowl é ideal para ser utilizada em passeios ao ar livre

Recipiente é feito de nylon impermeável
Crédito: Divulgação/ Assessoria de Imprensa
Quem já fez uma viagem longa ou mesmo um passeio no parque com o seu bichinho de estimação bem sabe da dificuldade para o transporte dos potinhos de água e ração do peludo. E com o objetivo de facilitar essas saídas, a Pet Society acaba de lançar o Magic Bowl, recipiente portátil para fornecer água e ração aos pets.
Segundo o fabricante, o produto é prático de carregar, já que é dobrável e feito de nylon impermeável. Quando fechado, seu formato lembra uma nécessaire, medindo apenas 20cm.
“Com esse formato o produto pode ser levado sem ocupar muito espaço. Além disso, sua versatilidade dispensa que o dono leve mais que um recipiente na hora de passear com o seu bichinho de estimação”, explica Cleiser Kurashima, coordenadora do departamento de Tecnologia & Inovação, da Pet Society.
O Magic Bowl é ideal para ser levado a qualquer passeio do seu pet, desde os mais longes, como as viagens e até nas caminhadas ao parque. O produto está disponível nos principais pet shops do Brasil.

Pets gordinhos participam de concurso de emagrecimento

Onze cães e gatos obesos vão participar do Pet Fit Club, da ONG PDSA. Quem perder mais peso será o vencedor da competição.

Depois do sucesso das edições anteriores, a PDSA, ONG de proteção animal britânica, acaba de revelar a lista de pets gordinhos que vão participar do Pet Fit Club. O programa de emagrecimento da entidade é conhecido por auxiliar animais obesos a se exercitarem, tudo com acompanhemento de veterinários especialistas.

De acordo com o jornal Daily Mail foram divulgados na última segunda-feira, 13 de dezembro, a lista dos 11 participantes, entre eles, cinco cães gorduchos e seis gatos fofinhos além da conta. Em entrevista à publicação, o porta-voz da PDSA disse que o emagrecimento é a única forma dos animais conseguirem aumentar sua expectativa de vida, que acaba ficando muito comprometida com a obesidade.

Um dos participantes do programa é Percy, um gatinho diabético de 10 anos. O bichano pesa 8,6 kg e está 97% acima do peso, ou seja, pesa quase o dobro do que deveria. Sua dona, Rebecca Hougham, o adotou há 18 meses, quando o animal já estava obeso e desde então tem lutado para colocá-lo em uma dieta.

Tigger, com 7,7 kg está no mesmo caminho que Percy. O bichano está 80% acima do peso e foi adotado há oito anos quando sua dona o encontrou na rua com uma infestação grave de pulgas e carrapatos. Debbie Bagshaw contou à publicação que como encontrou o animal desnutrido quis ajudar dando porções extras de comida, atitude que não foi controlada, causando a obesidade do felino.
Dentre os participantes caninos figura Max, da raça Cavalier
King Charles Spaniel . O animal tem dois anos e está 124% acima de seu peso.
Segundo o Daily Mail o animal ganhou peso depois que seus donos começaram a alimentá-lo com petiscos todos os dias para compensar um câncer de pele nas orelhas.

Em entrevista à publicação, Elaine Pendlebury, veterinária cirurgiã da PDSA, explicou que pets acima do peso são mais lentos, brincam menos e têm maiores chances de desenvolver problemas de saúde. “A boa notícia é que nunca vai ser tarde demais para uma mudança positiva com a ajuda de um veterinário responsável”.
Nos últimos quatro anos a entidade tem trabalhado com animais obesos e revelou que um em cada três cães no Reino Unido é gordinho. Dentre os gatos, um em cada quatro está com sobrepeso.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Faça sorvete de caldo de frango para seu cão.

Receita ajuda aliviar o calor e a manter temperatura corporal mais baixa.
Think Stock
Melhor fazer um sorvete ideal para o organismo do cachorro do que deixar o bichinho roubar o seu, não é?

Nem mesmo os cães estão suportando o calorão que tem feito nas últimas semanas. Os donos se refrescam com sorvetes, mas os alimentos não são aconselhados para os caninos, pelo contrário, segundo Carla Alice Berl, diretora do Hospital Veterinário Pet Care, a maioria desse produtos pode trazer risco aos animais.
-O açúcar e outros ingredientes presentes nos sorvetes e em outras sobremesas são extremamente prejudiciais à saúde dos pets. O chocolate, por exemplo, pode causar intoxicação e provocar sintomas como hipertensão moderada, arritmias, tremores, aceleração do ritmo respiratório, ofegância, aumento da temperatura corporal e incontinência urinária.
Alguns cachorrinhos até curtem mastigar cubos de gelo, mas que graça tem algo totalmente sem cheiro e sem gosto? Pois a solução é um truque simples: caldo de galinha congelado. Mas, Carla faz um alerta:
- O caldo de galinha não pode ser industrializado.
Para fazer os sorvetinhos de cachorro basta cozinhar por 20 minutos na panela de pressão meio quilo de carcaça ou partes de frango, uma colher (chá) rasa de sal, dois talos de salsão, meia cebola e um litro de água. Depois, é só coar o caldo e levar para a geladeira por uma hora para que a gordura do alimento fique separada e seja possível retirá-la com uma colher. O caldo pode ser colocado em forminhas de gelo ou mesmo de sorvete. Espere congelar e ofereça ao animal.
- Ele vai adorar e o truque vai ajudá-lo a manter a temperatura corporal mais baixa.

Doenças de verão: cuidados para proteger o seu pet.

Veterinário explica os principais problemas de saúde que acometem os cães durante a estação mais quente do ano e como prevení-los.
A vacinação contra as doenças de verão deve ser aplicada sete dias antes do animal viajar
Crédito: Flickr/ CC - xamboozled
O verão brasileiro começa no próximo dia 21 de dezembro, e com a chegada da estação mais quente do ano, nada mais agradável que passar momentos de descontração com o animal de companhia. Mesmo com o clima favorável, é necessário ter cautela com os possíveis problemas relacionados ao período, como doenças e parasitas. A cinomose, parvovirose e leptospirose são algumas das doenças mais frequentes nessa época e são disseminadas entre os animais por meio do contato direto.

Segundo Leonardo Brandão, doutor em medicina veterinária e gerente de produto da Merial Saúde Animal, a leptospirose, por ser uma zoonose, é uma das enfermidades que apresenta maior preocupação, pois pode acometer cães e seres humanos.“A doença é transmitida principalmente por ratos e põe em risco pessoas e bichos que vivem em áreas em que se tem contato com esses roedores, mesmo áreas urbanas”, explica.

Água e alimentos podem ser contaminados por meio da urina do rato. Desta forma, os cães ficam vulneráveis ao contágio ao passearem pelas ruas e parques, pois a penetração da bactéria ocorre por meio das mucosas (olhos, narinas, boca) em contato com a água contaminada. “Em alguns casos, os cães apresentam sintomas brandos, que não são facilmente diagnosticados, desta forma podem eliminar a bactéria pela urina por muitos meses, isto se torna um grande risco para as pessoas que convivem ou tenham algum contato com esses animais”, alerta o especialista.

Cinomose e Parvovirose
Outra doença que merece atenção é a cinomose. Contagiosa, atinge o sistema nervoso dos cães e pode provocar a morte. De acordo com a Sociedade Mundial de Proteção Animal (WSPA), enquanto a doença está praticamente erradicada em países desenvolvidos, no Brasil apenas um em cada cinco cães é vacinado.
A transmissão é feita entre os animais doentes por meio das secreções nasais, urina ou fezes dos cães acometidos. “Para identificar a doença, os sintomas iniciais são de uma gripe comum, tosse, espirros e pode evoluir para diarreia branda. Os sintomas graves, que ocorrem no último estágio, podem evoluir para convulsões, dificuldade na alimentação e na movimentação. Poucos animais resistem e os que conseguem sobreviver podem ficar com sequelas graves”, esclare Brandão.
A
parvovirose também é uma virose extremamente perigosa. Esta doença é conhecida por sua gravidade e elevada mortalidade, principalmente em filhotes, por conta do quadro de vômitos e diarreia. O contagio do vírus acontece pelo contato de cães com as fezes de animais doentes. O agente infeccioso da parvovirose apresenta resistência no ambiente e pode sobreviver por muitos meses.
Os primeiros sintomas são prostração, vômito e diarreia com sangue. “Em casos de animais que permaneceram doentes em um determinado ambiente, recomenda-se a limpeza e desinfecção do local com produtos contendo hipoclorito de sódio ou amônia quaternária, de modo a eliminar a presença do vírus”, aconselha o veterinário.

Prevenção
“É importante lembrar que essas são doenças graves mas que podem ser prevenidas por meio da vacinação. Desta forma, antes sair com o animal para viagens ou passeios é importante que a carteira de vacinação esteja em dia. Se as doses estiverem atrasadas é recomendado vacinar o animal – adulto com pelo menos sete dias de antecedência – pois a imunidade leva alguns dias para ser desenvolvida.

No caso de filhotes é necessária a finalização do protocolo de vacinação inicial composta por pelo menos três doses,” ressalta o dr. Leonardo. Vale lembrar que um médico veterinário é o único profissional capacitado para realizar a vacinação dos animais. Levando seu animal em um profissional ele poderá fazer o exame completo e assim determinar se ele está em condições de receber as vacinas, ou ainda, qual o produto mais indicado para cada caso.

Quando o animal já estiver infectado por alguma doença causada por vírus, o tratamento vai combater as infecções secundárias e a manutençao de um bom estado nutricional. “O objetivo é melhorar as condições do animal por meio de tratamento sintomático e de suporte, uma vez que não há um tratamento específico. O ideal é oferecer condições para que ele se recupere naturalmente”, acrescenta o especialista.