segunda-feira, 31 de outubro de 2011

EUA criam primeira cerveja para cães.

Bebida é aromatizada com carne ou frango.
'Boswer Beer' é vendida por pet shops de Nova York.

Uma empresa criou a primeira cerveja para cães dos EUA. Não-alcoólica, a bebida é aromatizada com carne ou frango. A "Boswer Beer" é vendida por lojas de animais em Nova York. Outros países, como Polônia, Bélgica e Alemanha, também criaram cervejas especiais para cachorros.


Não-alcoólica, cerveja é aromatizada com carne ou frango.
 (Foto: Laurentiu Garofeanu/Barcroft Media/Getty Images)

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

'Gato boxeador' usa tampa de lixeira para treinar

Vídeo foi postado no YouTube no dia 25 de outubro.
Até esta segunda-feira, ele recebeu mais de 15 mil acessos.

Um vídeo publicado na internet mostra um gato usando a tampa de uma lixeira como se fosse uma pêra (bola utilizada para treinamento no boxe). O vídeo engraçado foi postado no YouTube no dia 25 de outubro e foi visto por mais de 15 mil internautas.

Gato treinou suas habilidades no 'boxe' em tampa de lixeira. 
(Foto: Reprodução/YouTube)

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

Cão sobrevive a câmara de gás e agora aguarda adoção

Um cão que sobreviveu após ser colocado em uma câmara de gás em um abrigo de animais em Florence, no estado do Alabama (EUA), foi levado para Nova Jersey para adoção, segundo reportagem da emissora de TV “NBC New York”.
O Beagle chamado “Daniel” e outros cães foram colocados na câmara de gás, pois ninguém havia se interessado em adotá-los. A prática é comum em abrigos de animais, já que muitos deles sofrem com a superlotação.


'Daniel' sobreviveu após ser colocado em câmara de gás 
Foto: YouTube/Reprodução/Ilustração

No entanto, quando um agente voltou ao local, “Daniel” ainda estava vivo. “Todos estavam mortos, exceto Daniel, que estava abanando o rabo”, disse Linda Schiller, membro de um grupo que resgatou Daniel e o levou para Nova Jersey. “É um milagre”, destacou ela.
Segundo o órgão de controle de animais de Florence, “Daniel” foi colocado na câmara de gás com outros cães para um ciclo programado de 17 minutos.
Grasso disse que é bastante incomum que um animal sobreviva.
No entanto ele destacou que é política do abrigo que o cão ganhe uma segunda chance se isso acontecer. “Daniel” foi levado ao veterinário para se certificar de que ele estava bem. Com sua saúde estava boa, o órgão começou a procurar um lar para ele.



Fonte:
Blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:

Toxoplasmose pode causar sérios danos ao bebê

Com nome estranho e conhecida como a doença do gato, a toxoplasmose, se não diagnosticada durante a gestação, pode acarretar grandes danos à saúde do feto. Mas calma, não há motivos para desespero. A realização de um exame específico de sangue ao longo do pré-natal pode diagnosticar a doença e evitar quaisquer danos à mãe e ao bebê. “A doença é tratável, o importante é a prevenção nas mulheres que são suscetíveis. Mas caso ela seja infectada, é possível evitar uma repercussão grave na criança com antibióticos que curam ou atenuam a doença”, comenta o ginecologista e especialista em medicina fetal, o Dr. Adolfo Liao, do Hospital São Luiz.


Transmitida de maneira congênita, ou seja, de mãe para filho durante a gravidez, a toxoplasmose transporta o parasita Toxoplasma gondii ao feto por meio do sangue, que pode gerar não apenas deformações ao bebê, mas outras complicações durante a gestação, levando até ao aborto nos casos mais extremos. “A doença pode causar na criança desde seqüelas leves como uma inflamação na retina até o comprometimento neurológico”, alerta o Dr. Adolfo Liao. 

Contraída também por meio das fezes dos gatos, a toxoplasmose hospeda nos animais o parasita que provoca a infecção e potenciais transmissores da doença. Contudo, se bem cuidados, e com uma boa alimentação e higiene adequada, os bichos não representam risco algum. Outra forma de transmissão é a ingestão de carne crua ou mal cozida. Verduras cruas e frutas e verduras mal lavadas também não são recomendadas. 


Cuidados especiais
Apenas as mulheres que já tiveram a doença estão imunes. Assim, o risco está naquelas que nunca foram infectadas. Como os sintomas são quase imperceptíveis, a doença pode passar despercebida. Por isso alguns cuidados são imprescindíveis para o combate da toxoplasmose, como lavar bem as frutas e as verduras; cozinhar muito bem os legumes; não comer carne mal passada; lavar as mãos antes da alimentação; evitar alimentos crus como comida japonesa, pois o processo de cozimento é que mata os germes; e ter cuidado com as fezes de gatos, limpando sempre o local onde o animal evacua, além de levá-lo ao veterinário para a realização de exames que possam diagnosticar o parasita.
Embora os danos que a toxoplasmose pode causar ao feto sejam graves, medidas preventivas devem ser tomadas a fim de evitar que a infecção ocorra. Importante também é saber que a doença tem cura e basta o acompanhamento de um especialista para manter a saúde da mãe e do bebê sob controle (com saudeempautaonline).


Fonte:
Blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:

Cãezinhos são fantasiados de abóbora no Halloween

Os animais foram em uma festa do dia das bruxas em Tóquio

Os fofo animais estiveram em um evento do dia das bruxas
AFP

Os animais também estão entrando no clima do dia das bruxas, que acontece nesta segunda-feira (31).
Fantasiados, eles tem saído às ruas mostrando todo o seu charme juntos com as pessoas nas festas de Halloween.
Dois cachorrinhos forma vestidos no estilo da comemoração na 15ª Parada de Halloween em Kawasaki, em Tóquio.
O evento acontece todo ano nesta edição reuniu mais de três mil pessoas.


Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:

Cão faz sucesso em pub ao buscar dardos lançados em alvo

'Jip' salta para pegar cada dardo lançado no alvo.

Animal ficou famoso entre clientes de pub em Rochdale.

Mascote de um pub em Rochdale, no Reino Unido, um cão da raça Border Collie ficou famoso entre os clientes por buscar os dardos após eles serem lançados. Apesar de o alvo ficar a cerca de dois metros do chão, o cão chamado "Jip" salta e pega o dardo. Um vídeo publicado na internet mostra o esperto "Jip" durante seu trabalho no pub.


'Jip' salta para pegar cada dardo lançado no alvo.
 (Foto: Reprodução/YouTube)

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

sábado, 29 de outubro de 2011

Crédito Imagem: Pet Rede

Animal não é brinquedo – sente tristeza, frio, dor
Animal não é brinquedo – sente tristeza, frio, dor e medo 

“O que mais preocupa não é o grito dos violentos, nem dos corruptos, nem dos sem ética. O que mais preocupa é o silencio dos bons.”
Martin Luther King


Felizmente, tenho notado que a cada dia mais se percebe nas ruas de São Paulo, pessoas, que podemos chamar respeitosamente de “gente fina”, sendo puxadas nas coleiras por nada mais nada menos por bem tratado vira-latas. Já não era sem tempo!

Num primeiro momento, tomamos um susto pelo contraste entre roupas caríssimas e tênis de marcas ao lado de um cãozinho sem raça definida, desengonçado, que muitos maus elementos já chutaram na frente de um bar quando ele era feio, sarnento e esquelético.

A cena parece mais hilária quando o passeio acaba e há um motorista que espera a dupla abre a porta do possante e pulam para dentro do ar climatizado do jipão – Lá vai o vira-lata todo feliz e sortudo à beça!

Enquanto ele tirou a sorte grande, milhares de outros primos e irmãos continuam suas vidas errantes por aí.

Em países do primeiro mundo, os cães sem lar que perambulam nas ruas estão praticamente extintos. Por lá, a galera está há décadas e décadas a nossa frente no quesito “respeito ao animal”. Nesses países os desafortunados de quatro patas são recolhidos abrigados e encaminhados a um lar.

Tudo bem que aqui ainda temos outros problemas igualmente urgentes, mas o panorama dos caninos que aos milhares ainda vagam ao léu, está longe de ser resolvido. O abandono e a posse irresponsável são as principais causas do problema, e como solução a imensa maioria deles tem apenas o final de vida cruel das prefeituras.

Mas como nem tudo esta perdido, existem algumas almas bondosas que salvam os coitados dos pulguentos das ruas e inúmeras organizações governamentais que fazem campanhas de adoção.

Graças a campanhas de todos os tipos aparecem pessoas que ao buscarem um animal de estimação não analisam cor, raça, ou aparência, apenas sentimentos.

Adotar um cão vira-lata de entidades sérias não é só o inicio de uma relação de intensa amizade como também é ótimo para o bolso.

Esses animais já vêm castrados, vermifugados e vacinados. E se o “tomba” escolhido esta na fase adulta, já estão poupados o jardim da casa e os pés de mesas e cadeiras da destruição de um filhote travesso.

Os cães vira-latas também são mais resistentes fisicamente e, alem de extremamente amorosos e inteligentes, aprendem sinais de comando e ordens rapidamente. Quem nunca viu um malandro desses atravessando a rua na faixa de pedestres quando o sinal fechou? Eu já vi centenas de vezes.

Sabedoria é pouco para definir o instinto de sobrevivência e a lábia que esses amiguinhos têm. Só quem nunca teve a chance de conviver com um é que sabe. E eu bem sei disso, tenho seis deles que não me deixam mentir.

Depois dessa experiência, passei a observar melhor a situação desses “amigos” abandonados irresponsavelmente e acabei descobrindo o trabalho de várias organizações sérias que se preocupam com essa questão e ajudam pessoas a encontrarem seu “bichinho de estimação”.
Para quem quiser saber mais sobre o assunto, ajudar de alguma maneira ou mesmo adotar um amiguinho indico o blog Animais Para Adoção muito bacana que tratam do assunto com bastante seriedade. Ah, abrangem praticamente todo o país – De link em link você encontra seu estado a sua cidade e todas as informações a respeito - http://adotacao.blogspot.com

Uma descoberta importante para mim: Não fui eu quem salvou meus “amiguinhos adotados”, e sim eles que trouxeram um novo sentido e uma lição enorme para minha vida.
Fonte:
Blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:

Cães farejadores recebem treinamentos para eventos esportivos

Os animais da PM do Rio de Janeiro 
está testanto novidades no tecnologicas no treinamento
Do R7, com Rio no Ar


Os cães da polícia militar do Rio de Janeiro já estão se preparando para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

E para realizar esse treinamento algumas novidades estão sendo utilizadas, por exemplo, os bastões que contém alto teor de moléculas de substâncias que os cães devem reconhecer, tais como explosivos, entorpecentes, sangue humano, entre outros.

Os 80 cães são treinados diariamente por 110 policiais para os eventos esportivos, mas esse número deve subir até a data das competições, a estimativa é que até os jogos olímpicos a PM do RJ conte com 160 cães.

Outra novidade que está sendo testada são os coletes a prova de balas para cães, que por enquanto tem sido aprovados com louvor.


Fonte:

Gatos saem no tapa e dupla de pombos assiste à luta de camarote

Esta é uma cena realmente inusitada no mundo animal.


Dois gatinhos, aparentemente inofensivos, entram um uma briga no meio da calçada depois de passarem um longo tempo se encarando.

Os dois rolam pela rua totalmente entrelaçados, mas o mais interessante é que uma dupla de pombos está testemunhando toda a briga.

As aves parecem querer entrar no meio da disputa, mas na verdade o que elas querem é bicar os rabos dos gatinhos.

A confusão termina com o gatinho branco fugindo, o preto correndo atrás dele e os pombos seguindo os felinos.



Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:
http://entretenimento.r7.com/bichos/noticias/gatos-saem-no-tapa-e-dupla-de-pombos-assiste-a-luta-de-camarote-20111028.html

Chihuahua se veste de burro em festa de Halloween

Até mesmo os cães já entraram no clima do Dia das Bruxas nos Estados Unidos.
Um chihuahua ficou fantasiado de burro mexicano durante uma festa à fantasia para animais, na Flórida.
O cãozinho ganhou até sombrero e uma garrafa de tequila.

Chihuahua fantasiado de burro em festa de Halloween
Rob O'Neal/Reuters

Fonte:
F5.folha.uol.com.br/bichos
Link:

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Cães: melhor amigo do homem não precisa de exageros

Crédito Imagem: Pet Rede

Chloe usa sapatos, tem cozinheiro particular, adora roupas e coleiras de grife, só passa perfume francês e odeia fazer coisas de cachorro, como latir e correr atrás do próprio rabo.

A chihuahua mimada, estrela do filme Perdido pra Cachorro, em cartaz nos cinemas, é um pouco exagerada, mas foi inspirada em muitos cachorrinhos que são tratados como gente.

Os donos estão cada vez mais apaixonados por seus animais de estimação e não percebem que, muitas vezes, exageram na dose de atenção.

O próprio diretor do filme, Raja Gosnell, diz que se inspirou na relação homem-cachorro para o roteiro. “Chloe vive de acordo com a ideia de que tem essa vida porque merece e aquele é seu lugar. Não tem noção de sua origem”, fala.

Quem transformou Chloe, mesmo sem querer, em cachorro mimado foi sua dona Vivian ,os animais carregam as mesmas características do dono.

NÃO É GENTE! – Mas, para a especialista em comportamento animal, Rubia Burnier, é preciso deixar claro que cachorro não é e nunca vai ser gente. “O que é bom para os humanos, nem sempre é bom para eles.
Felicidade é um conceito humano. O que importa para o bicho é ter conforto e viver bem.”


O psicólogo da Unifesp, Murilo Batisti completa: “Hoje o pet é um integrante da família. Por um lado, favorece a troca de afeto, de carinho; por outro, facilita o isolamento. As pessoas estão deixando de viajar por causa do cachorro.”

O dono precisa primeiro atender às necessidades básicas do animal, como alimentação adequada e higiene, cuidados médicos, como vacinas, e carinho, para depois se preocupar com o resto, segundo a veterinária Cleiser Kurashima.”Não adianta deixar bonitinho e descuidar da saúde.

Tem de respeitar a tolerância de cada raça.”

Na opinião de Cleiser, apesar de muitos insistirem em tratá-lo como gente, o animal nunca perde o instinto. “Pode deixar de lado por não precisar usar mais (como Chloe que, no filme, esquece até de latir). É por isso que muitos ficam com medo e não sabem como agir quando encontram outro cachorro. E isso é mau.” O correto é tratar bicho como bicho!
Fonte:
Blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:

“Excesso de amor”: obesidade já assola milhões de cães e gatos na Inglaterra

Estudo revela que 12 milhões de animais são alimentados com comida em exagero e petiscos de todo tipo diariamente, entre eles queijos, salgadinhos e bolos
Eles são mimados, superalimentados e, definitivamente, obesos.
A Inglaterra pode ser o país dos amantes de cães, mas este “excesso de amor” tem resultado em pets cada vez mais gordos, o que os especialistas chegam a chamar de epidemia de obesidade.
Um estudo sobre a saúde dos pets na Inglaterra revela que 12 milhões de animais são alimentados com comida em exagero e petiscos de todo tipo diariamente, entre eles queijos, salgadinhos e bolos.



Os gorduchos Lucky e Tiger
Crédito: DailyMail

Um destes exemplos é Bailey, um Border Collie que come regularmente biscoitos e etava com o peso 60% acima do recomendado pelos veterinários. Deco, um Labrador, era considerado um aspirador de bobagens, e pesava nada menos que 53 kg.

Lucky, um Labrador, já perdeu 12,5 kg depois de iniciar uma “jornada pela perda de peso” ao lado de sua dona Alyson King. Para os gatos, a vida também não anda fácil. O felino obeso Tiger está quase 2 kg mais leve.

Lucky, após sua jornada pela perda de peso
Crédito: DailyMail

O levantamento mostrou também que os donos são desinformados quanto aos danos que o sobrepeso pode causar em animais. Cerca da metade dos proprietários de pets acham que oferecer guloseimas deixa os companheiros felizes, enquanto somente 2% sentem-se culpados por liberarem calorias extras.

Os cães são os mais atingidos nesta epidemia de obesidade. Ao todo, são mais de seis milhões de animais alimentados com “junk food”. O estudo diz ainda que 90% dos donos admitem dar queijos, torradas, biscoitos, guloseimas, bolos e outras bobagens calóricas que fazem parte da dieta de humanos.

Os gatos aparecem em segundo lugar no ranking, com 43% – 5 milhões de felinos – em situação semelhante. O relatório consultou 11 mil donos de animais no ano passado.



Exagero: Tiger comida seis pacotes de comida por dia
Crédito: DailyMail

Pauline Connor, de 48 anos, é dona do gorducho Bailey e diz: “sempre fizemos questão de levá-lo para praticar exercícios, mas os petiscos aos poucos foram aumentando de quantidade e, gradualmente, ele ganhou peso”.

“Era normal dar a ele um pedaço de biscoito enquanto assistíamos TV juntos. Nas refeições, ele sempre nos olhava com cara de ‘pidão’”, admite Pauline. Agora, o cão entrou para a dieta e busca uma condição mais saudável.



Badger: mais leve e mais feliz
Crédito: DailyMail

Janice Green, de 52 anos, mora em Bradford (Inglaterra) e resolveu proporcionar a Deco um estilo de vida diferente, depois que a família notou seu excesso de peso. “Ele comeria qualquer coisa que pudesse, até comida de gato! Deco sempre ganhou muitos petiscos, principalmente quando as crianças estavam em casa”, conta Janice.

Antes de ser adotada, a Rottweiler Maddison estava tão desnutrida que Bobbie Rhys-Chadwick achou que ela não sobreviveria. Hoje, o quadro é outro: a cadela pesa módicos 60 kg e entrou para o regime.


Maddisson antes e depois da dieta
Crédito: DailyMail

“Antes de começar a dieta, Maddison não consegui sequer andar. Agora que perdeu mais de 18 kg, tem mais energia, está bem disposta para caminhar e é sempre a última a ir para a cama”, explica Bobbie.

Experts alertam sobre o perigo da obesidade e pedem que outros donos sigam os mesmos exemplos. Mais de um em cada três cães na Inglaterra é obeso, com aumento de 14% em quatro anos de estudo.

“Com tantos cães sendo alimentados inapropriadamente, os efeitos sobre a saúde são devastadores. Muitos donos acham que os petiscos são a melhor forma de agradar os pets. Isto não é verdade. Os animais precisam de uma dieta correta para seu porte, raça e idade”, diz Sean Wensley, veterinário da entidade PDSA.
Fonte:
Petmag.uol.com.br/noticias
Link:

Cães disputam concurso de fantasia para o Halloween nos EUA

Evento ocorreu em Alexandria, na Virgínia.
Cão foi transformado em vaso de plantas ambulante.

Um concurso de fantasias caninas para o Halloween (Dia das Bruxas), que é comemorado no dia 31, foi promovido na quinta-feira (27) na cidade de Alexandria, no estado da Virgínia (EUA). A americana Linda Greenway foi vestida de enfermeira e usou a mesma fantasia em sua cadela de estimação. Outro cachorro parecia um vaso de plantas ambulante.

Á direita, Linda Greenway com sua cadela de estimação fantasiada de enfermeira. À esquerda, cadela ganhou fantasia de abóbora. (Foto: Mandel Ngan/AFP)

Cão participante do concurso parecia um vaso de plantas ambulante. 
(Foto: Mandel Ngan/AFP)

Cão ganhou fantasia inspirada em 'Cerberus', cão de três cabeças da mitologia grega. 
(Foto: Mandel Ngan/AFP)

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Saiba qual o motivo principal que causa diarréia em seu cão

Freqüentemente relacionada a problemas com a alimentação, a diarréia é, na realidade, sintomas de vários distúrbios, como Verminoses e Doenças Infecciosas. Saibam quais são os mais comuns e como identificá-los.
Quando o cão está apático, recolhido a um canto, não come e, principalmente, suas fezes estão líquidas ou pastosas, o diagnóstico é simples: diarréia. No entanto, sua causa pode não ser tão simples de identificar à primeira vista. A diarréia é um sintoma e, como tal, indica que alguma coisa vai mau no organismo. É comum que a consideremos apenas como um sinal de intestino solto - provocado - por problemas com a alimentação, porém sua maior incidência é com o sintoma de outras perturbações.

Em defesa dos animais


A  Assembleia Legislativa de São Paulo examinará nos próximos meses vários projetos de lei inspirados no movimento de defesa dos animais, todos eles de autoria do deputado estadual Feliciano Filho (PV).
Economista de formação, Feliciano Filho começou a atuação política em abril de 2001, quando saiu à procura de uma cadela em Campinas, sua base eleitoral. A busca o levou ao Centro de Controle de Zoonoses, onde se deparou com cenas de crueldade. O fato mudou o rumo de sua vida profissional.

Desde então atua para mudar o paradigma daquele órgão. Fundou a ONG União Protetora dos Animais. Eleito vereador em Campinas pelo PT, em 2004, passou a elaborar projetos de lei e iniciativas em prol dos animais. Depois, como deputado estadual eleito em 2006, foi autor da Lei 12.916/08, que proíbe a matança indiscriminada de cães e gatos nos canis municipais de todo o Estado e preconiza programas de esterilização e identificação de animais. Criou a Frente Parlamentar de Defesa dos Animais e grupo de trabalho para proteger animais silvestres e exóticos. Criou o Fundo Estadual de Defesa Animal, com o objetivo de estabelecer parcerias entre os governos estadual e municipal e entidades de proteção animal.
Entre os projetos que estão em trâmite, destacam-se a proibição de envio de animais dos CCZs para experimentos; obrigatoriedade da realização de exames de contraprova em animais com suspeita de Leishmaniose; e proibição de animais em circo no Estado.
Aos poucos, Feliciano Filho vai avançando em sua cruzada em defesa dos animais. Nesta terça-feira, por exemplo, a Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento aprovou o PL 514/2010, no qual obriga o poder público a realizar a castração gratuita dos animais da população carente do Estado. A problemática dos animais é uma questão de saúde pública e meio ambiente, disse o deputado, diz ele, com base em pesquisa da USP que aponta uma progressão geométrica da população canina e felina da cidade de São Paulo. Entre os anos de 2002 e 2008, o número de cães aumentou em 60%, enquanto o de gatos em 152%, “É imprescindível que os governos assumam a responsabilidade do controle populacional desses animais através da esterilização”. 


Crueldade
O Projeto de Lei 849/201, de autoria de Feliciano Filho, determina multa a quem cometer atos de crueldade contra animais, independentemente de sanções já revistas em legislações municipal, estadual ou federal. Classifica como crueldade e maus tratos “toda e qualquer ação ou omissão que implique em sofrimento, abuso, maus tratos, ferimentos de qualquer natureza, mutilação, transtornos psicológicos ou estresse de animais silvestres, nativos ou exóticos, domésticos e domesticados”.
Segundo o deputado, atos de maus tratos devem ser punidos de forma exemplar a fim de educar a população, conscientizando dessa forma o proprietário em relação à posse responsável. “Esta punição diminuirá consideravelmente o número de proprietários de cães e gatos que permitam sua procriação indiscriminada”, acredita.
“É preciso formar uma sociedade consciente de seus deveres a fim de mudar essa realidade, pois as instituições sem fins lucrativos e os protetores independentes, que recolhem estes animais, não têm capacidade de resolver o problema de forma efetiva”, diz.

Festas de peão
O projeto de lei 825/2011 prevê que os atos de crueldade com animais nas festas de peão e rodeios, além de proibidos, passarão a contar com sanções mais rígidas e mais caras a serem cobradas dos organizadores dos eventos. “A maneira como os animais de rodeio são tratados já era, há longo tempo, motivo de manifestações da sociedade indignada com os maus-tratos e sofrimentos impostos aos animais. Ultimamente, após acidentes em provas e demonstrações inequívocas de crueldade com os animais indefesos, tem havido um crescer da indignação das pessoas”, afirma ele.
Com isso, ele pretende proibir a Prova do Laço ao Bezerro, Prova do Laço em Duplas e Derrubadas, conhecidas pelos nomes de calf roping, team roping e bulldog; o uso de acessórios que implique sofrimento ao animal ou qualquer tipo de instrumento que cause ferimento, incluído aqueles que provocam choque.

Religiosidade
O projeto de Lei 992/2011, que proíbe explicitamente a utilização e o sacrifício de animais em rituais religiosos no Estado de São Paulo, é polêmico pois põe em xeque a liberdade religiosa, assegurada na Constituição. O projeto, segundo ele, atende à solicitação de defensores e protetores dos direitos dos animais que vêm lutando em todo o Brasil pelo fim dessa prática. “A Constituição estabelece que é papel do poder público vedar, na forma da lei, práticas que submetam os animais a crueldades (Art. 225º)”. O projeto começa a tramitar esta semana e deve ir a votação no início de 2012. A proposta já mobilizou praticantes de religiões de origem africana e defensores dos animais. Integrantes do Fórum Inter-Religioso por uma Cultura de Paz e Liberdade de Crença reúnem-se nesta quarta-feira, na Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania para discutir o projeto de lei. Foi lançada campanha “Não Toque em nossos Terreiros”, em vários estados, que visa mobilizar os integrantes de comunidades religiosas de matriz africana a defender seus direitos e o respeito aos seus ritos. O Fórum Inter-Religioso foi instituído em 2006 “com o objetivo de combater todas as formas de intolerância e discriminação baseadas na religião ou crença”. Em sua composição, existem 21 representantes de diferentes segmentos religiosos que, dentre suas funções, devem desenvolver programas sobre liberdade religiosa, promover, estimular e viabilizar a organização de Fóruns Inter-Religiosos Regionais e favorecer o diálogo e o conhecimento mútuo entre diferentes comunidades religiosas.
“Somos favoráveis à preservação e ao incentivo das tradições e manifestações culturais, bem como ao exercício dos cultos e liturgias das religiões de matriz africana,” afirma o deputado. “Mas não podemos permitir que animais indefesos sofram esta crueldade”.

Fonte:
logs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
Crédito Imagem: Pet Rede

Mulher consegue resgatar cachorros de inundação em Bangkok

Animais foram retirados da área de risco e colocados em um barco

Esses cachorrinhos conseguiram ser retirados das áreas inundadas de Bangkok, 
na Tailândia
REUTERS/Sukree Sukplang

Uma cena comoveu quem acompanhou o sofrimento dos moradores de Bangkok (Tailândia), assolada por inundações nesta semana. Nesta quarta-feira (26), uma mulher lutava para salvar seus cães de estimação da água.
Felizmente, ela conseguiu resgatar os animais e levá-los até um barco.
O primeiro-ministro de Bangkok, Shinawatra Yingluck, advertiu a população de que o problema com o aumento das chuvas poderá durar até um mês.

Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:
http://entretenimento.r7.com/bichos/noticias/mulher-consegue-resgatar-cachorros-de-inundacao-em-bangkok-20111026.html?question=0

Bebê se diverte com ronco alto de cão dorminhoco

Bulldog não acorda com as gargalhadas do nenenzinho

Para muitos, bebês e cachorros são igualmente adoráveis. Ainda mais quando estão juntos. Você concorda?
Pois uma dupla consegue despertar a ternura em um vídeo que tem feito sucesso na internet. Tudo porque o cachorro dorminhoco arranca gargalhadas do neném, com seu ronco alto.
Cada suspirada mais forte do bulldog é respondida com uma gostosa risada do garotinho. E o pet nem dá bola para o barulho, continua com seu sono profundo.

Espie só!


Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:

Cadelinha fica cinco dias presa em aeroporto de Belém, no Pará

Brasileira viajava do Caribe para o Rio, 
mas cachorra não tinha comprovante de vacinação

A viagem de uma brasileira de Guadalupe, no Caribe, para o Rio de Janeiro quase terminou em maus lençóis.
Sua cadelinha, Saú, foi barrada no aeroporto de Belém, no Pará, durante uma escala. A cachorra não tinha os comprovantes de vacinação exigidos pela vigilância sanitária e quase não pôde entrar no país.
Para resolver a situação e, enfim, seguir a viagem para o Rio de Janeiro, Cristiane Lacas – a dona do animal – precisou ficar por lá durante cinco dias. E, durante todos esses dias, a cadela ficou presa em uma caixa de transporte, sozinha.
De acordo com a legislação brasileira, qualquer animal precisa de um certificado sanitário internacional para entrar no país. A dona da cadela diz que chegou a apresentar uma cópia deste documento no aeroporto, mas esta não foi aceita.
Cristiane precisou esperar a chegada do certificado original, vindo da França, para só então seguir a viagem para o Rio.

Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:
http://entretenimento.r7.com/bichos/noticias/cadelinha-fica-cinco-dias-preso-em-aeroporto-de-belem-no-para-20111026.html
Cão sumiu em julho no Tennessee e foi achado em Michigan.
Dono foi localizado porque animal contava com microchip implantado.

O cão da raça Jack Russell terrier chamado "Petey" foi encontrado a 800 km de distância de onde havia desaparecido. O cachorro de quatro anos de idade sumiu em julho da casa de seu dono em Erin, no estado do Tennessee (EUA), e foi achado no estado de Michigan. Após ser levado a um abrigo de animais em Rochester Hills, os veterinários encontraram um microchip no animal, o que permitiu identificar seu verdadeiro dono.


Petey sumiu em julho em Erin, no estado do Tennessee.
 (Foto: Michigan Humane Society/AP)


Aaron Jerome, funcionário do abrigo de animais, segura 'Petey'.
 (Foto: Michigan Humane Society/AP)
Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

Não Traia seu verdadeiro amigo, eles são fieis!!


Fonte:
youtube.com/watch
Link:
http://www.youtube.com/watch?v=fER-WhFUzoA&feature=player_embedded

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Ferido, cão farejador é resgatado no Afeganistão

O animal pertence ao exércitos dos EUA e se machucou em confronto

Imi espera o pouso do helicóptero no hospital de Helmand, Afeganistão 
AFP

É sempre muito triste ver a volta de um soldado ferido para casa. Pior ainda quando o soldado é um indefeso animalzinho de quatro patas.

Imi, o cão farejador, foi ferido durante os confrontos na guerra do Afeganistão.

O animal pertence ao exército dos Estados Unidos.

Machucado, o cão senta-se no helicóptero da força armada americana esperando chegar ao hospital na província de Helmand, no Afeganistão.

Espera-se que acabe tudo bem com este bravo animalzinho.

Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:

Exemplo a ser seguido - Vamos repetir este gesto nobre


Motoqueiro salva bezerro durante rally na África do Sul


Um motoqueiro interrompeu seu percurso durante um rally na África do Sul para salvar um bezerro.

O pequeno havia se perdido do rebanho e ficado preso em um canal ao lado da estrada.

Ao ver a cena, o motoqueiro voltou e entrou no canal para resgatá-lo.

Ele ainda deu uma carona ao bezerro, até que ele encontrasse o rebanho.

O vídeo foi postado na segunda e já tem mais de 120 mil acessos.



Cachorro invade o campo e a torcida grita olé no jogo entre Santa Fé e Botafogo

Clique para ver o vídeo
SANTA FÉ 4 X 1 BOTAFOGO

Adote um Pet (S.R.D.)



Os animais SRD ( Sem raça Definida), principalmente os que foram resgatados das ruas e de maus tratos, costumam ser muito gratos aos donos. De alguma maneira eles sabem que agora estão em segurança. São verdadeiros companheiros, obedientes e parecem sempre olhar os donos com gratidão. Até animais mais bravos, quando chegam nos novos lares, passado o tempo da desconfiança, viram gatinhos calmos, que veneram seus donos.
Vamos adotar, dar um lar a estas criaturas que estão abandonadas, carentes e necessitas de muito carinho, água, ração e principalmente amor isto e o que eles mais tem para lhe dar, retribuir o carinho recebido de forma espontânea, não espere mais faça a sua parte, dando UM LAR, DOCE LAR, ele vão te agradecer e serem eternamente fieis a este teu gesto tão nobre. 

terça-feira, 25 de outubro de 2011

"Sem-teto" e "sem-dono" - vira-lata agora tem onde ficar, vai morar em condomínio por decisão da Justiça

GABRIELA YAMADA COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE RIBEIRÃO PRETO

"Sem-teto" e "sem-dono", o vira-lata Fred agora tem onde morar. Uma liminar da Justiça garante que ele pode residir no espaço comum de um condomínio de classe média de Ribeirão Preto.

Fred, que apareceu no condomínio em janeiro, é um animal comunitário --não tem um dono específico-- e foi adotado por alguns moradores do Residencial Primavera, no Jardim Independência, na zona norte da cidade.


Mas o assunto virou polêmica e divide os moradores. O cãozinho foi expulso do condomínio três vezes.

Por isso, parte dos moradores propôs uma ação para garantir a permanência dele no residencial, que, por sua vez, vai recorrer da decisão.

Com a liminar, caso Fred desapareça, o condomínio deve pagar multa diária de R$ 200 para a AVA (Associação Vida Animal), ONG que defende os bichinhos.




O vira-lata Fred com a cuidadora Eliana Aparecida Grizola 
no condomínio Residencial Primavera, em Ribeirão Preto 
Márcia Ribeiro/Folhapress

Uma das autoras da ação, a policial militar e moradora do Residencial Primavera, Eliana Aparecida Grizola diz que o cão é querido e cuidado principalmente por crianças.
Para sensibilizar o juiz Héber Mendes Batista, da 4ª Vara Cível, crianças escreveram cartas ao magistrado pedindo a permanência de Fred no local.

Mas o advogado Luís Otávio Dalto de Moraes, que representa o condomínio, alega que a presença de animais em áreas de uso comum é vedada por normas na convenção e no regimento interno do Residencial Primavera.

"[O condomínio] Não é contra o cachorro. O problema é que não estão assumindo responsabilidades, como limpar a sujeira que ele faz", afirmou o advogado.
Moraes também irá apresentar à Justiça relatos, por escrito, de moradores que afirmam ter sido atacados.

Fonte:
1.folha.uol/cotidiano
Link:

Cães fazem penteados e maquiagem especial para concurso de beleza

G1 acompanhou a preparação dos animais para exposição internacional. 

Eles seguem rotina de treinamentos e têm alimentação controlada.

Nem as mulheres mais lindas ganham concursos de beleza apenas com graça na passarela e corpo perfeito: todas exibem maquiagem e cabelo especiais. Cães preparados para disputar exposições vivem a mesma rotina, com horas de tosa até chegar a uma pelagem perfeita e muita maquiagem para ressaltar os pontos fortes. O G1 acompanhou a preparação dos animais para uma exposição internacional do Kenel Clube São Paulo, realizada nos dias 15 e 16 de outubro.
Seis horas antes da disputa, a poodle grande Gigi da Maia já começava a ser preparada. O handler Divonei Rasera acertou os últimos detalhes da tosa do corpo e investiu no penteado padrão, em formato de leque. O esforço foi reconhecido e Gigi conquistou o primeiro lugar na 61ª Exposição Pan-Americana.
“Ela não fica o tempo todo na mesa de preparação. Costuma fazer intervalos para brincar, comer, mas já está tão acostumada com as competições que até dorme enquanto trabalhamos nela. Ela tem até um travesseiro”, afirma Rasera, que tem a função de cuidar de Gigi e acompanhá-la nas exposições.



NervosismoPoodle grande Gigi da Mata começou a se preparar
bem cedo para a exposição (Foto: Raul Zito/G1)

A desenvoltura na passarela também é fundamental para os cães conquistarem títulos. Os responsáveis desenvolvem estratégias para garantir que os animais desfilem perfeitamente, como atrair a atenção com brinquedinhos e petiscos.
“Procuramos deixá-los prontos duas horas antes de entrar na pista, para que possam descansar e também se acalmar. O condutor do cão também influencia a apresentação, o animal sente se a pessoa está nervosa”, afirma Fabiana Perrone, handler do canil Jaellis. Na competição, ela apresentou o yorkshire Here With Me, que já está adaptado ao ritmo das exposições.
Fabiana conta que o yorkshire fica agitado quando a vê pegar mala de transporte, pois sabe que vai viajar. “Ele fica louco para entrar na caixa, sabe que vai ganhar frango na pista e dormir no meu quarto. Ele dorme dentro de casa, mas no quarto só quando tem competição.”
“As exposições são muito parecidas com concursos de beleza, principalmente para os cães de pelo longo, que requerem atenção especial”, explica Charlie Andrade, responsável por cuidar do shih tzu Lance, que leva até três horas para ficar pronto. Além de esticar os fios com a ajuda do secador e da chapinha, Andrade faz o penteado de Lance dentro dos padrões exigidos e borrifa spray fixador para deixar tudo impecável. Por último, Lance recebe maquiagem nos olhos, “para destacar o olhar”, e na pelagem.
“Não existe cachorro perfeito, todos têm detalhes que precisam ser melhorados para ressaltar a beleza deles na pista. É como uma Miss Brasil sem maquiagem, não teria graça. No critério de desempate, o cão mais bem arrumado faz a diferença”, explica o handler Claudio Cruz, responsável pelo pug Bahuan, do canil Piffer. O cão também recebe maquiagem no pelo curto para disfarçar calos e pequenas imperfeições.



Lance, cão da raça shih tzu, penteado e maquiado para a exposição.
(Foto: Raul Zito/G1)

Disciplina 
Enquanto competem, os cães seguem uma árdua rotina de treinamentos e têm alimentação controlada, como atletas. Aqueles que possuem pelos longos, geralmente vivem em suportes feitos de grades para não ter contato com o chão e evitar manchas nos pelos, além de caminhar diariamente, mas na esteira.
Criador de golden retriever e sócio do canil Golden Trip, Alex Tavares conta que os cães são levados a exposições por no máximo cinco anos. “São cães valiosos, precisam ser saudáveis e não podem ser levados para passear em qualquer lugar. Depois de um tempo, eles param de competir e podem pisar na grama, ter uma vida normal de cachorro”, diz.

saiba mais


Fonte:
G1.globo.com/brasil/noticia
Link:

Receita de “leite artifical” para gatos

Segue uma receita que recebi de leite artificial para felinos (para um litro) :

· 800ml de leite integral

· 200ml de creme de leite

· 4 colheres de sopa de Calcigenol

· 1 colher de sopa de Vitaminer líquido

·Até os 15 dias de idade, adicionar também uma colher de sopa de óleo de fígado de bacalhau; suspendendo-o após este período.

Da terceira até a quarta semanas de vida, engrossar o leite, utilizando três colheres de sopa de leite em pó para um copo de leite de vaca.
O leite da gata é mais “forte” que o leite de vaca, pois os gatos mamam por um período máximo de um mês e precisam ganhar peso e condições para manutenção sem cuidados maternos.
O leite artificial pode ser armazenado em geladeira (não em congelador) durante uma semana, devendo ser retiradas pequenas quantidades que devem ser aquecidas a 40°C antes de utilizadas.
Estimuladas as funções vitais do filhote (temperatura e alimentação), a tratador deve também estimular os reflexos de urina e de defecação. Para tanto, utiliza-se algodão embebido em água morna ou óleo de bebê para massagear delicadamente o ânus e genitais dos filhotes várias vezes ao dia, após a alimentação, como a mãe faz.
O médico veterinário deve ser sempre consultado ao longo de todo o processo de cuidados com filhotes órfãos, principalmente em situações em que onde o tratador observe qualquer alteração na saúde de seus filhotes.

Fonte:
Blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
Crédito Imagem:
Pet Rede

Cão derruba câmera e estraga pedido de casamento em floresta

Homem havia colocado câmera no chão para filmar o pedido.
Mas cão derrubou equipamento quando dono estava ajoelhado.

Um homem preparou uma surpresa e decidiu pedir sua namorada em casamento na floresta. Para recordar o momento, ele colocou a câmera no chão para filmar a cena em que se ajoelhava e pedia a mão da namorada. No entanto seu cão de estimação acabou estragando a surpresa ao derrubar o equipamento no momento em que ele fazia o pedido. O vídeo publicado na internet no dia 20 de outubro já recebeu mais de 65 mil acessos.

Homem preparou surpresa e decidiu pedir sua namorada em casamento na floresta. (Foto: Reprodução/YouTube)

Cão acabou estragando a surpresa ao derrubar a câmera. 
(Foto: Reprodução/YouTube)

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link: