sábado, 30 de julho de 2011

Cachorro se diverte brincando de rodeio

Assista às cenas do pet com seu peão de mentirinha

Um rodeio pode até ser divertido - desde que seja de mentirinha. Bom exemplo é o vídeo abaixo, em que um cãozinho tenta derrubar um peão de brinquedo.

O boneco fica preso à cintura do animal, deixando-o enlouquecido. No bom sentido.

Os donos do animal também se divertem com a brincadeira.

Dê uma olhada nas cenas.

Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias

Descubra para onde um cachorro quer levar sua piscina

Mascote não se contentou em ganhar o presente e deixá-lo no quintal

Para aplacar o calor, dois cachorros ganharam de seus donos uma psicininha de verdade.
Apesar de ficar muito satisfeito, um dos cães não aprovou o local onde o presente foi colocado e resolveu mudar a piscina de lugar.
Puxa para um lado, empurra para o outro, a piscina foi parar dentro da casa.
O problema é que, durante a mudança, muita água ficou pelo caminho.




Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:
http://entretenimento.r7.com/bichos/noticias/descubra-para-onde-um-cachorro-quer-levar-sua-piscina-20110730.html?question=0

Cachorro geneticamente modificado brilha no escuro

Apenas com antibióticos na comida, 
no escuro o cachorro fica com coloração verde.

Cientistas sul-coreanos conseguiram criar um cachorro que brilha no escuro. O animal, chamado de Tagon, foi criado usando técnicas de clonagem que um dia podem ajudar a curar doenças humanas como Alzheimer e mal de Parkinson.
O beagle brilha com uma coloração verde quando é submetido a luz ultravioleta, após ingerir comida com antibióticos. Ele foi gerado usando a mesma técnica do primeiro clone canino, Snuppy, em 2005.

“A criação de Tagon abre novos horizontes, já que o gene inserido para fazer o cachorro brilhar pode ser substituído por genes de doenças humanas fatais”, comentou o pesquisador Lee Byeong-chun.

Fonte:
www.pop.com.br/popnews/noticias/poptrash
Link:
http://www.pop.com.br/popnews/noticias/poptrash/518608-Cachorro_geneticamente_modificado_brilha_no_escuro.html

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Cadela que finge estar morta vira sensação na web

A cadela Rosie virou sensação na web. Com atuação digna de um Oscar, ela finge estar morta ao brincar com um cachorro. O vídeo se tornou viral.
A performance de Rosie é tão convincente que alguns internautas sugeriram que ela sofra de narcolepsia, condição rara em que o animal desmaia em resposta a um elevado nível de adrenalina.
Assita o video - Clique aqui

Fonte:
hoglobo.globo.com/blogs/pagenotfound
Link:

Ração ou comida caseira: conheça prós e contras para seu pet

Muitos donos têm dúvidas na hora de alimentar o animal. O que oferecer ao pet: ração industrializada ou comida caseira? O veterinário Marcelo Lopes explica que cada uma tem seus prós e contras, mas a comida caseira pode trazer mais malefícios, inclusive causar a obesidade no seu bicho de estimação ou problemas de pele.




Fonte:
Noticias.uol.com.br/ultnot/bichos
Link:
http://noticias.uol.com.br/ultnot/bichos/ultnot/2011/07/29/racao-ou-comida-caseira-conheca-pros-e-contras-para-seu-pet.jhtm

Projeto propõe obrigatoriedade do cadastro de animais domésticos


Projeto em apreciação na Câmara de Curitiba prevê a obrigatoriedade do cadastramento de animais domésticos através do Registro Geral de Animais. A proposta, da vereadora Julieta Reis (DEM), é que o cadastro possa ser feito também em estabelecimentos veterinários, lojas que comercializam produtos para animais ou entidades protetoras credenciadas e supervisionadas por órgão competente da prefeitura.

Ao defender sua iniciativa, a vereadora argumenta que “o abandono de bichos de estimação tem proporções incontroláveis, renovando as populações de animais soltos nas ruas da cidade. E com esse programa será possível eliminar o problema”.
julieta explica que a identificação eletrônica é um dos meios usados há 15 anos no continente europeu para diminuir a perda ou roubo de cães e gatos. “Na Europa, o animal recebe um microchip sob a pele com número de identificação único no mundo registrado numa base de dados com o seu contato”, explica a parlamentar, lembrando que a entidade responsável em Portugal é o Sindicato Nacional dos Médicos Veterinários.
Ao apontar as vantagens do programa, Julieta Reis cita a facilidade de identificação do proprietário caso o animal de estimação se perca; identificação inequívoca do bicho em caso de roubo; permite a contagem do número de cães no país (quando for obrigatório) e o dono será responsabilizado se abandonar o animal.
“Por todos esses motivos, entendemos que o cadastro geral de animais beneficiará toda a população e trará ao município o melhor controle da situação. Será possível também ter maior controle dos animais domésticos e evitar o grande número de abandono e punir aquele que abandonar o bicho de estimação”, conclui.

Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:

Gatinho é abandonado porque seria parecido com Hitler

Felino ganhou o apelido de 'Kitler'.
Ele foi abandonado em rodovia britânica.

Um gatinho de seis semanas teria sido abandonado em uma rodovia perto de Kempston, no Reino Unido, porque seria parecido com o nazista Adolf Hitler. Segundo o jornal inglês "Daily Telegraph", o felino ganhou o apelido de "Kitler", trocadilho dos termos "kitten" (gatinho) e Hitler. O gato foi levado para o centro de animais Wood Green, em Godmanchester.

Gatinho teria sido abandonado porque seria parecido com Hitler. 
(Foto: Reprodução/woodgreen.org.uk)
Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Gatinha sobrevive a ciclo de 1 h em lava-roupas

Animal de oito semanas quase se afogou e sofreu com a ingestão de sabão,
mas foi tratado e passa bem.
Princess, uma gatinha de oito semanas que vive com a dona, Susan Gordon, na Escócia, foi levada para a emergência veterinária já à beira da morte, mas conseguiu escapar.'Coloquei a roupas na máquina, pus o sabão, fechei a porta e liguei a máquina. Depois, dei as costas e fui assistir televisão', disse Susan.
Uma gatinha sobreviveu a um ciclo de uma hora dentro de uma máquina de lavar junto com a roupa suja.



A gatinha Princess (Foto: BBC)

'A pobrezinha estava tremendo muito. Peguei uma toalha e a enrolei', disse Susan. 'Fiquei com ela perto de mim. Ela estava se tremento muito, em estado de choque.'
Uma hora mais tarde, quando o marido abriu a porta do eletrodoméstico para recolher a roupa limpa, encontrou o animalzinho desorientado e frágil.
Princess foi levada para o veterinário com hematomas, sangramento no nariz e olhos irritados pelo sabão. Ela ficou sob tratamento durante três dias.
Tratada, aquecida e recuperada, a gatinha está de volta à casa e goza de boa saúde.
'Agora eu sempre checo a máquina antes de colocar a roupa', disse a dona.



Susan Gordon com Princess (Foto: BBC)
Fonte:
G1.globo.com/mundo/noticia
Link:

Secretaria dos Direitos Animais é criada na Capital gaúcha

Porto Alegre – Foi assinada nesta segunda-feira (25) a lei que cria a Secretaria Especial dos Direitos Animais (Seda). O prefeito José Fortunati – que sancionou o documento em solenidade no Salão Nobre do Paço Municipal, na Capital gaúcha – assumirá a responsabilidade pela pasta com o apoio voluntário da primeira-dama Regina Becker.

Conforme nota da prefeitura, a pasta tem como objetivo estabelecer e executar políticas públicas destinadas à saúde, proteção, defesa e bem-estar animal da cidade. A pasta terá orçamento e estrutura, com 14 cargos.

“Significa um grande salto de qualidade na relação do poder público para com as políticas voltadas aos animais domésticos, com atenção para questões de saúde pública”, afirmou o prefeito.

Conforme Regina, caberá à secretaria gerir ações, em desenvolvimento e futuras, como o projeto Bicho Amigo, que atua no controle reprodutivo de cães e gatos, combate aos maus tratos, educação ambiental e guarda responsável, implementado pela Coordenadoria Multidisciplinar de Políticas Públicas para Animais Domésticos (Comppad).

“Há um ano estamos trabalhando com ações de posse responsável, adestramento, controle reprodutivo nas periferias, parcerias, etc. São inúmeras atividades que realizamos com uma pequena equipe”. Regina afirmou que o trabalho desenvolvido pela Seda terá embasamento legal, fundamentado na Constituição Federal e em legislações específicas.

O vereador Dr. Thiago Duarte, representando a presidência da Câmara Municipal, disse que as discussões sobre o tema iniciaram na Comissão do Meio Ambiente com a abordagem de dois itens principais: saúde e humanização do cidadão porto-alegrense.

A primeira-dama do Estado, Sandra Genro, parabenizou a iniciativa da prefeitura, enfocando que a sociedade já está preparada para ter essa estrutura. “Já existe uma consciência da sociedade de cuidarmos dos seres vivos. Os animais somos nós que domesticamos, por isso é nossa responsabilidade fazer um trabalho mais digno para com os animais de rua”.
Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Leão Ariel não resiste a tratamento e morre em São Paulo

O leão Ariel, que ficou conhecido no país devido à luta de seus criadores para que ele voltasse a se movimentar, morreu por volta de 13h30 desta quarta-feira (27). O animal vivia em Maringá (PR) e estava em tratamento em São Paulo, mas não resistiu. A informação foi confirmada por telefone por Raquel Borges, dona do animal.

Leão Ariel não resistiu e faleceu nesta quarta-feira (27)
Crédito Imagem: Rede Record

Impedido de andar devido a uma doença degenerativa, Ariel estava com dificuldades para se alimentar e respirar. O animal foi submetido a um tratamento inédito para tentar restaurar os movimentos das patas. 
Fonte:
noticias.uol.com.br/cotidiano
Link:

Leão Ariel tem dificuldade para se alimentar e respirar, e sofre convulsões

Dimitri do Valle - Especial para o UOL Notícias -Curitiba
O leão Ariel, impedido de andar devido a uma doença degenerativa, está com dificuldades para se alimentar e respirar. O animal está sendo submetido a um tratamento inédito para tentar restaurar os movimentos das patas.
Crédito Imagem: Ilustração/Divulgação
Ariel ficou conhecido no país devido a luta de seus criadores, que moram no Paraná, para que ele volte a se movimentar. O leão é jovem, tem três anos de idade, e apresentou os primeiros problemas de locomoção em julho do ano passado. Ele não consegue ficar de pé e precisa de ajuda para se movimentar e ser tratado.
O leão foi transferido para São Paulo neste mês para passar por um tratamento inédito, nunca feito em animais, conhecido como plasmaférese, que consiste na remoção das células sanguíneas que causam a degeneração dos movimentos. Ele está recebendo doações de plasma sanguíneo de outros leões.
Em nota oficial, a fisioterapeuta Livia Pereira informou que o leão passou por um exame de raio-X para saber se a dificuldade respiratória poderia estar sendo causada por uma pneumonia. Mas Pereira declarou que seus pulmões não apresentam esse problema.
"Descobrimos que seu pulmão está bem, mas ele está com acúmulo de líquidos na pleura, que é uma película que reveste o pulmão e a parede do tórax. O Ariel está recebendo suporte respiratório com oxigenioterapia. Faremos a punção do líquido que está na pleura para que ele consiga respirar melhor e a alimentação parenteral garantirá que ele não fique mais fraco ou desnutrido", explicou a fisioterapeuta.
O leão também passou a ter convulsões e medicamentos foram aplicados para que o animal não volte a sofrê-las. Apesar dos problemas, o clima é de esperança entre os criadores e a equipe veterinária de que o animal possa se recuperar.

Em entrevista ao UOL Notícias, a criadora e "mãe" de Ariel, Rachel Borges, disse que
"todas as medidas estão sendo tomadas para restaurar a saúde de Ariel, apesar dos problemas que estão surgindo. Sabemos que Deus está com ele".
Fonte:
Noticias.uol.com.br/cotidiano
Link:

Nesta quarta-feira (27), comemora-se o Dia do Motociclista, este apaixonado por velocidade em duas rodas!

Crédito Imagem:Eva Gina dos Santos

Crédito Imagem: Petras MaluskasAFP

Doze filhotes de cachorro são achados no lixo

Animais, que foram encontrados no País de Gales, passam bem

BBC Brasil
Os cachorrinhos da raça sttafordshire bull terrier, de cinco semanas de vida,
 foram para um abrigo após serem resgatados e já passam bem.
Crédito Imagem: RSPCA

Doze filhotes de cachorro estão se recuperando bem após terem sido encontrados em uma caixa de reciclagem de lixo à beira de uma estrada, no País de Gales.
Os filhotes da raça sttafordshire bull terrier, com cinco semanas de vida, foram abandonados na vila de Penllergaer, perto da cidade de Swansea, e encontrados no dia seguinte.
Eles foram levados para o centro local da RSPCA (Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade com Animais), onde se descobriu que foram mal cuidados desde o nascimento.
A polícia do sul de Gales está investigando o caso de abandono.

Desidratação
Segundo funcionários da RSPCA, os filhotes estavam muito desidratados e fracos demais para conseguirem sair da caixa onde estavam, que ficou exposta ao tráfego da estrada.
A administradora do centro de resgate e tratamento, Laura Simpson, disse que os animais foram tratados com fluidos e antibióticos e que estão se recuperando rapidamente.
- Eles estavam em um estado muito ruim depois de terem sido colocados na caixa como se fossem sardinhas. É inacreditável que alguém os tenha jogado fora como se fossem lixo.
A equipe que trata dos animais teme que mais filhotes sejam jogados no lixo, na medida em que as pessoas percebam que não conseguem alimentá-los.
- Se os donos estavam tendo dificuldades, deveriam ter trazido (os filhotes) para nós, e não os abandonado.
Os filhotes ainda não receberam nomes. Eles deverão ser postos para a adoção dentro de três semanas.
Fonte:
Entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:

Gato fica preso em poste nos EUA

Caso foi registrado em Tacoma, em Washington.
Felino teria subido após ser perseguido por guaxinim.
Um gato foi flagrado preso no topo de um poste em Tacoma, no estado americano de Washington. A americana Dianna Flournoy disse que fez de tudo para retirar o felino, mas sem sucesso, segundo reportagem da emissora de TV "Komo News".

Gato ficou preso no topo de um poste em Tacoma.
 (Foto: Reprodução)

Ela contou que ligou para os bombeiros, para a polícia e para a companhia de energia elétrica, mas eles não quiseram ajudar. A mulher disse acreditar que o gato subiu no poste depois de ser perseguido por um guaxinim.

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia/
Link:

Filhote de cachorro é enterrado vivo em SC e sobrevive

A cadela está se recuperando
Crédito Imagem: Redação/Pop

Em Blumenau (SC), a polícia conseguiu salvar um filhote de cachorro que havia ficado cerca de 10 minutos sob a terra. O caso aconteceu na noite de segunda-feira, e a suspeita do crime, uma mulher de 68 anos, foi ouvida na delegacia e liberada logo em seguida.
As autoridades foram chamadas por vizinhos, que viram a idosa agredir a cadela com paus e pedras, antes de enterrá-la. Segundo a Associação Protetora de Animais de Blumenau, o animal está se “recuperando lentamente”. Ele foi resgatado “quase morto”, com ferimentos e quadro de hipotermia.
A idosa, caso seja indiciada, pode ser condenada por maus tratos contra animais a no máximo um ano de prisão, mais multa.
Fonte:
http://www.pop.com.br/popnews/noticias
Link:

terça-feira, 26 de julho de 2011

Conheça cinco doenças comuns em gatos

Gatos podem sofrer de diabetes, leucemia e, até mesmo, de Aids

Especialista fala sobre cinco doenças bem comum nos bichanos
Crédito Imagem: Getty Images

Muito se ouve falar sobre as doenças que acometem os cachorros, mas, há, também, enfermidades perigosas que atacam os felinos.
A pedidos do R7, a veterinária Stella Pazos, do Hospital Dog Care, listou as cinco doenças mais comuns nos gatos.
A primeira, segundo a especialista, são as doenças respiratórias. Os gatos podem apresentar bastante problemas neste complexo.
Eles podem apresentar secreções verdes bem parecidas com a do homem. Além de, grande dificuldade para respirar, falta de apetite e, até mesmo, uma úlcera na boca.
Stella afima que existe medidas de precaução e o gatinho pode ser vacinado contra esta doença. Há, também, inalação para o pet e tratamento com antibiótico.

- O problema é identificar, nem sempre o felino espirra, por isso é importante ficar de olho no comportamento dele e, principalmente, se está parando de comer.
Outro problema citado pela médica é a leucemia viral felina. Muito semelhante com a humana, esta doença é causada por um vírus transmitido por meio da saliva do bichano.

- Não há necessidade de encostar em algum ferimento, basta apenas ter contato com a mucosa do gato.
De acordo com a veterinária, esta doença é responsável em debilitar o sistema imunológico do animal.

- Existe um teste feito em laboratório para prevenir e, também, uma vacina específica. Se o felino já tiver contraído a doença, ele pode fazer um tratamento contra estresse, para que o vírus não seja ativado. Esta doença acomete, geralmente, os gatos mais jovens.
Outra doença bem humana que atinge os felinos é a aids felina. Também com sintomas bem parecidos ao dos homens, esta enfermidade é transmitida por meio de saliva, entretanto deve ter contato direto com algum ferimento presente no bichano.

- A doença atingeo sistema imunológico, gerando emagrecimento e maior facilidade de contrair outras doenças, mas, o gato consegue sobreviver por longos anos com a aids. Hoje em dia há tratamentos para aumentar a imunidade, bem semelhantes os que são aplicados em seres humanos.
A pnaleucopenia felina também faz parte da lista das doenças mais comuns dos felinos. Ela causa uma inflamação intestinal no gato, causando diarréia altamente contaminante.

-Atinge mais gatos de rua e de abrigo. Geralmente é transmitida por saliva, fezes e contato com animal contaminado. O hábito de se lamber, que os gatos possuem, pode fazer com que se contaminem. Há vacina para prevenir esta doença.
E, por fim, a diabetes. A causa é a mesma que acomete os homens: aumento da quantidade de glicose no sangue.

- É uma incapacidade do pâncreas de produzir insulina, capaz de regular o açúcar no sangue. Os sintomas são: o aumento de urina, uma sede excessiva e, claro, perda do apetite.
A diabetes pode ser tratada por meio de injeção de insulina e com uma dieta específica.
Fonte:
entretenimento.r7.com/bichos/noticias
Link:

Treinador usava Viagra em cão para fazê-lo vencer corridas

Para lucrar com apostas, 
Anthony Fowler drogava o galgo Jake com o medicamento, 
quando queria que ele ganhasse, e com maconha,
 quando esperava que ele perdesse.

Anthony Fowler, de 61 anos, treinador do galgo Jake, é acusado de drogar o animal com Viagra – medicamento para disfunção sexual – para lucrar com as apostas em sua vitória.
Anteriormente, já existiam indícios que o homem dopava seus cães com uma mistura de maconha na intenção de que eles perdessem as competições.Mas toda a astúcia do treinador foi por água abaixo quando ele foi interrogado após ser visto vendendo maconha.
John Ellwood, promotor do RSPCA, entidade que defende os direitos e o bem-estar dos animais, disse que alimentava os galgos com maconha quando queria que eles perdessem as corridas. “Fowler também injetava esteróides para que seus cães ganhassem as competições”, disse a autoridade.



O galgo Jake foi sacrificado em razão da administração de drogas pelo seu treinador
Crédito: Shockingtimes.com

“Ele mostrou a oficiais do RSPCA tabletes de Viagra que faziam os cães ‘perderem a cabeça’”, confirma o promotor. A corte foi informada que o medicamento pode mexer com a circulação sanguínea dos animais, enquanto a maconha causa alucinações e convulsões.
Fowler admitiu a crueldade com os animais e a administração das drogas com a consciência de estar prejudicando e envenenando os cães. Ele será sentenciado ainda nesta semana.O galgo Jake foi sacrificado depois da corrida em razão dos efeitos das drogas.

Fonte:
petmag.uol.com.br/noticias
Link:

O combate as pulgas requer persistência e, até, criatividade!

Crédito Imagem: Ilustração/Divulgação/PetRede

A reprodução das pulgas é espantosa. Por exemplo, com apenas dois casais de pulgas adultas colocadas num animal pelo período de 90 dias, ao final, já haverá mais de 2.500 formas jovens no ambiente (ovos, larvas e casulos) e mais de 450 pulgas adultas alimentando-se a um só tempo e liberando novas pulgas adultas, certamente ocorrerão novos surtos repentivos e aparentemente sem causa. As fases do ovo e larva tem pequenas variações de tempo, porém, na fase de casulo, o animal poderá se manter protegido por até um ano.
Quando você trata o animal para matar as pulgas adultas, controla-se apenas 5% de problema, porque 95% das pulgas estão no ambiente nas formas de ovo, larva e casulo.
O combate às pulgas é mais fácil quando os níveis de infestação no animal são baixos. Lembre-se que para cada pulga no animal, existem dezenas de descendentes em suas várias formas no ambiente.
Por isso, é importante que o proprietário do animal esteja atento e combata as pulgas antes de a situação tornar-se crítica. Os ovos e larvas infectantes permanecem livres principalmente nos ambientes úmidos e sombreados.
A desinfestação criteriosa no animal deve estar aliada à medidas drásticas de desinfecção ambiental. Existem, no mercado, alguns inseticidas eficazes, porém, deve-se tomar cuidado, pois normalmente trata-se de produtos tóxicos, que podem comprometer a saúde do animal e da família. Existem produtos para uso externo e interno.
Porém, deve-se levar em consideração quatro fatores: eficácia; duração do efeito, ou seja, quanto tempo age o produto; segurança, cuidados ao aplica-lo, uma vez que pode causar intoxicação; praticidade que o produto oferece.
As pulgas em forma de pupa são resistentes aos inseticidas geralmente aplicados, por isso é importante, mesmo após o desaparecimento das formas adultas, continuar a tratar o hospedeiro e o ambiente periodicamente.
A temperatura baixa destrói um grande número de pulgas nas fases de ovos e larvas. No verão, com as condições ideais de temperatura e umidade, nessas fases elas morreriam no inverno, passam a se desenvolver até chegar à pulgas adultas.
Criatividade
A necessidade nos estimula a criatividade. Desta forma, por causa de uma profunda alergia que os inseticidas causaram na minha querida cocker spaniel, a Tanny, acabei descobrindo uma forma prática de eliminá-las: coloquei talco antipulgas no saco de aspirador de pó e aspirando todo o corpo do animal, pode parecer incrível, mas não fica uma pulga. Infelizmente este método não resolve o problema, mas ameniza nos cães que são muito alérgicos.
Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/o-combate-as-pulgas-requer-persistencia-e-ate-criatividade/

Como dar “pause” num gatinho

Pra ser politicamente correto, vou dizer que é interessante (na verdade achei super engraçado), mas a primeira preocupação quando vejo um vídeo dessa natureza é saber se o bichinho sofreu algum mal.
No mínimo, ele ficou incomodado, caso contrário não teria o tal efeito “pause” quando foi grampeado, mas não parece ter sido algo doloroso pois ele não esboçou nenhuma reação nesse sentido.




Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/como-dar-pause-num-gatinho/

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Gato adivinho vira sucesso na Internet

Paulo Zambarda Para o TechTudo

Gato adivinho (Foto: Reprodução)
Os gatos fazem sucesso na internet há pelo menos 10 anos, quando os primeiros sites americanos de comédia começaram a fazer sucesso na grande rede. Como não poderia deixar de ser, alguns anos depois os simpáticos bichanos também se espalharam em vídeos caseiros no YouTube, ao lado dos bebês, é claro. Apesar de também ser fofo, o gatinho deste vídeo está ficando famoso por outros motivos.

Ao tentar adivinhar em qual das mãos de seu dono está um grão de ração escondido, este gato mostra que consegue resolver um teste de adivinhação mais elaborado. Ele chega a errar, mas é muito curioso como ele, mesmo assim, pensa de forma coerente para conseguir sua comida.
Fonte:
techtudo.com.br/curiosidades/noticia
Link:

Japão vai rever a lei de venda de animais de estimação “on-line”

O Ministério do Meio Ambiente confirmou que vai rever a lei que restringi o comércio de animais de estimação “on-line”. A nova lei deverá exigir a presença tanto do comerciante como do comprador no momento da venda dos animais. Outra medida imposta é referente ao tempo de exposição dos animais em lojas, oito horas diárias para evitar o estresse nos animais. Segundo uma pesquisa realizada pelo ministério as transações “on-line” incluindo leilões na internet nos últimos anos fez crescer de 5 a 7% o tráfico de animais no Japão.

Com a nova lei o ministério pretende tornar o mercado de animais domésticos mais transparente tanto para quem compra ou vende, com base de informações da procedência do animal, seu estado de saúde, forma correta de criação e até sistema de rastreamento de animais caso seja necessário para controle de doenças hereditárias. Para evitar problemas posteriores nos animais a nova lei exigirá que os filhotes sejam mantidos mais tempo aos cuidados de suas genitoras, durante um período considerado necessário antes de serem colocados a venda.
Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/japao-vai-rever-a-lei-de-venda-de-animais-de-estimacao-on-line/

Cuidar de animal abandonado fica proibido na USP Ribeirão

Crédito Imagem: Ilustração/Divulgação/PetRede
A Coordenadoria da USP (Universidade de São Paulo) de Ribeirão Preto (313 km de São Paulo) proibiu a posse de animais soltos no campus. A medida, que veta alimentar os bichos sem assumi-los, foi criticada por ONGs de proteção animal.
Conforme ofício enviado para diretores das faculdades do campus, fica terminantemente proibida a posse. O coordenador do campus, José Moacir Marin, afirmou que a orientação é que, quem quiser assumir um animal, que o leve para casa.
“As pessoas não devem ficar alimentando, dando água para o cachorro e deixando ele abandonado, porque aí ninguém é responsável por ele”, disse à reportagem. Ele afirmou não saber quantos são os cães e gatos.
Um censo de 2009, com apoio do Centro de Controle de Zoonoses, contabilizou 61 animais comunitários e 33 de funcionários moradores do campus (eles ficam só nas casas). Eram 26 cães e 68 gatos.
A maioria fica próxima às cantinas. Os próprios funcionários, porém, duvidam que as pessoas vão respeitar a proibição. “Tem gente que compra comida para dar para eles”, disse o balconista Marcelo da Cunha, da Cantina da Filô.
Para Rinaldo Zugaib, da ONG CãoPaixão, não há como controlar o sentimento das pessoas. “As pessoas vão continuar alimentando. O que precisa é de fiscalização para evitar abandonos e controlar a população, com vacina e castração.”
Presidente da AVA (Associação Vida Animal), Maria Cristina Dias também critica o que chama de pouca fiscalização para o abandono de animais. “A USP nunca adotou uma política de controle.” A coordenadoria não respondeu às críticas.
Hospital
Já no HC (Hospital das Clínicas), ao lado do campus, a estimativa em 2009 era de 34 gatos e dez cães.

Um problema foi apontado pelo Centro de Controle de Zoonoses: há relatos de que os animais entraram em áreas restritas do hospital, além do fato de restos de comida serem deixados para alimentá-los, o que pode atrair outros animais.
“Quem alimenta esporadicamente o animal atrapalha, porque nem sempre é com ração adequada e não sabe se o animal já foi alimentado”, disse a chefe do centro, Eliana Colucci.
O órgão fez castração de animais em 2009 na própria USP. E, desde 2010, mantém uma parceria no campus para cuidar dos cães coletivos. Há quatro locais comunitários com animais castrados, vacinados e vermifugados.
Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/cuidar-de-animal-abandonado-fica-proibido-na-usp-ribeirao/

sábado, 23 de julho de 2011

Artesã produz peças de prata moldadas em focinhos e patas de cachorros

Joias, que são encomendadas por donos 
que querem “eternizar” seus pets, custam até R$ 800.

Da Redação

Certo dia, a artesã americana Jackie Kaufman recebeu a visita de uma canadense e seu cão. A dona do bichinho pediu que ela criasse uma peça inspirada no pet, que estava muito doente.

Jackie, então, tirou o molde do focinho do cão e produziu uma fivela de prata para cinto. A cliente ficou extremamente feliz. Como o bicho morreu pouco tempo depois, ela pode guardar essa lembrança.

O fato abriu nova oportunidade de negócio para a artesã, que hoje produz peças moldadas com patas e focinhos. Entre os itens mais comprados estão os chaveiros, que custam até R$ 800.

“Patas e focinhos estão para os bichos assim como as impressões digitais estão para os seres humanos: cada um tem o seu. As pessoas que me procuram, de alguma forma, querem ‘eternizar’ seus pets”, disse Jackie em entrevista ao jornal Daily Mail.

Os produtos podem ser encomendados no site rockmyworldinc.etsy.com

Fonte:
Revistapegn.globo.com/Revista
Link:

Agência de viagens organiza pacotes de luxo para pets

Serviço está disponível no Reino Unido
Da Redação

Ao tirar férias, a empresária Erin Boyd britânica encontrou diversas vezes o mesmo problema: onde deixar Blue, seu cachorro labrador, com segurança e conforto? O dilema se tornou oportunidade de negócio.

Hoje, Erin dirige a Chien Bleu, uma agência de viagens especializada na organização de pacotes de luxo para pets. Os 30 hotéis caninos do Reino Unido oferecidos pela empresa foram previamente testados – e “aprovados” – pelo cão da empresária.

Entre os serviços oferecidos pelos estabelecimentos apontados pela Chien Bleu está o de boas-vindas com menu de salsichas e bifes.

Fonte:
revistapegn.globo.com/Revista
Link:

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Homem é flagrado levando cães para passear em moto na Tailândia.

À esquerda, tailandês foi flagrado na terça-feira (25) levando seus cães de estimação em sua scooter em Bancoc, na Tailândia. À direita, em outro caso de imprudência, motoqueiro foi visto passeando no domingo (23) com a família, a mulher e dois filhos, no
À esquerda, homem foi flagrado na terça-feira (25) levando seus cães de estimação para passear em uma scooter em Bancoc, na Tailândia. À direita, em outro caso de imprudência, motoqueiro foi visto passeando no domingo (23) com a mulher e dois filhos no centro da capital tailandesa. (Foto: Manish Swarup/AP)

Fonte:
G1.globo.com/planeta-bizarro/noticia
Link:

Prefeito lança projeto de controle de natalidade em cães e gatos

Poços de Caldas – O prefeito Paulo César Silva lançou, oficialmente, na última quinta-feira, 21, o Programa Municipal de Castração de cães e gatos e o Projeto Cata-Caca. O lançamento aconteceu no hall da Secretaria Municipal de Saúde, às 14h. “Poços de Caldas sempre se destacou por ser uma cidade limpa. Agora, com o projeto Cata-Caca, temos também uma ação voltada para o recolhimento dos dejetos dos animais depositados nas vias públicas”, destacou o prefeito durante a solenidade. “Além disso, 500 novas lixeiras para o lixo comum estão sendo construídas na marcenaria da Prefeitura e, em breve, estarão nas ruas e praças do município”, ressaltou.
Já o secretário municipal de Saúde, dr Júlio Balducci, disse que os programas são mais uma conquista para a população de Poços, “uma conquista de uma administração voltada para o bem da comunidade”. Destacou o trabalho da equipe do setor de Vigilância em Saúde. “Cada departamento está voltado para a busca de soluções que melhorem a saúde da população como um todo. É dessa forma que se faz gestão em saúde: trabalhando em conjunto. E é isso que nos faz destaque em Minas Gerais”, disse o secretário.
O Projeto Cata-Caca está implantando displays com luvas nas principais praças da cidade. Já foram colocados cinco displays, sendo três na Av. João Pinheiro, ao longo da ciclovia, um na Av. Dr Davi Benedito Otoni e um na pista de Cooper da região sul. No próximo sábado, os mascotes do Programa Municipal de Posse Responsável de Animais, o cachorro Flock e a gatinha Lupita, estarão distribuindo panfletos sobre os cuidados com os animais. Eles estarão próximo à Fepasa e também na Praça Pedro Sanches, no horário de 9h às 11h.
Crédito Imagem: Ilustração/Divulgação/PetRede
Castração
O Programa Municipal de Castração de Cães e gatos tem por objetivo diminuir o número de animais abandonados nas ruas e, por conseqüência, o número destes animais no canil. A castração é feita através de métodos cirúrgicos em machos e fêmeas, para impedir que se reproduzam sem controle.
Três clínicas veterinárias foram credenciadas pelo município para participarem do programa de castração. O custo, por animal, é de R$ 16,30 e, além da castração, o proprietário terá seu animal identificado com um microchip, que será implantado na pele do animal. “Com o chip, outra vantagem do programa, será a rápida identificação do animal, em caso de acidente, perda ou abandono”, relata o médico veterinário Rogério Blasi, coordenador da Vigilância Ambiental.
Para participar do programa, o proprietário do animal deve se dirigir ao setor de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, localizado à rua Junqueiras, 196, terceiro andar, no horário de 13h às 17h. Lá, ele retira uma guia para pagamento do valor de R$ 16,30, em qualquer banco ou lotérica. Depois, retorna na Secretaria de Saúde e realiza a inscrição. “De posse da inscrição, o proprietário é quem vai escolher a clínica onde irá levar seu animal para o procedimento cirúrgico”, diz Rogério Blasi.
O Programa Municipal de Castração de Cães e Gatos é parte integrante do Programa de Posse Responsável de Animais, desenvolvido pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município. O programa tem como parceiros a Guarda Verde , a AAPA (Associação dos Amigos Protetores dos Animais) e o curso de Medicina Veterinária da PUC Minas. Durante a solenidade de lançamento do Programa de Castração, o prefeito anunciou que o município já autorizou a desapropriação de um novo terreno para a AAPA. O projeto deve ir para a Câmara em breve, para autorização e formalização da doação.
Fonte:
blogs.jovempan.uol.com.br/petrede
Link:
http://blogs.jovempan.uol.com.br/petrede/prefeito-lanca-projeto-de-controle-de-natalidade-em-caes-e-gatos/

SAIBA PORQUE A ESTERILIZAÇÃO EVITA O SOFRIMENTO DE TANTOS ANIMAIS

As ruas estão repletas de cães e gatos (fêmeas e machos) que, na sua grande maioria, foram abandonados à própria sorte por seus donos por serem fruto de ninhadas indesejadas. Muitos deles acabam atropelados, envenenados, maltratados ou tendo uma vida miserável até o final dos seus dias. Sem contar aqueles que fogem para cruzar e nunca mais conseguem voltar para casa.

POR QUE A ESTERILIZAÇÃO DOS ANIMAIS É IMPORTANTE? A esterilização (ou castração) é uma solução emergencial para diminuir a procriação descontrolada e, conseqüentemente, a superpopulação de cães e gatos. Milhares de animais hoje vivem abandonados nas ruas, passando todo tipo de privação e sofrimento por causa deste descontrole reprodutivo. Esterilizar um animal é o maior exemplo de compaixão e consciência que você pode dar.

NÃO FIQUE NA DÚVIDA. SAIBA TUDO SOBRE A ESTERILIZAÇÃO
O que é a esterilização?

A esterilização é uma cirurgia de rotina que consiste na remoção completa e indolor dos órgãos com funções exclusivamente reprodutoras.Nas fêmeas, acontece a retirada do útero e dos ovários, não ocorrendo mais o cio. Nos machos, é feita a retirada dos testículos, deixando-se a bolsa escrotal vazia.

A cirurgia de esterilização é dolorosa?
A cirurgia é realizada sob anestesia geral por um veterinário. O animal não sente nada durante o procedimento. A maioria regressa à sua atividade normal entre 24 e 72 horas. São fornecidos analgésicos para o período pós-operatório.

A cirurgia de esterilização é perigosa?
A esterilização é realizada sob anestesia geral,que é um procedimento que sempre envolve algum risco para qualquer animal. No entanto, a esterilização já é uma cirurgia de rotina, por tanto é segura sempre que realizada por um bom veterinário.

Esterilizar não sai caro?
Os preços podem variar, dependendo do veterinário ou do porte do animal. A cirurgia na fêmea é um pouco mais cara, por ser um procedimento mais delicado. Veja se em sua cidade a cirurgia não é oferecida pela prefeitura ou por entidades protetoras.

Lembre-se: se comparado aos gastos de repetidas idas ao veterinário para tratar de ferimentos por brigas ou atropelamento por vagar pelas ruas, ou despesas com doenças adquiridas na baixa de imunidade ocasionada no cio, ou ainda com os custos de uma ninhada indesejada que vai precisar de cuidados e alimentação, o investimento em esterilização é MÍNIMO. Mesmo a repetição da medicação anticoncepcional, a longo prazo, se torna mais caro do que a esterilização.

Será que o meu animal não é muito velho para ser esterilizado?
A menos que o seu animal tenha problemas de saúde, a esterilização é segura e um procedimento de rotina. No entanto, o veterinário deverá examiná-lo antes da cirurgia para determinar se existe algum problema de saúde. Os animais maduros também tiram proveito dos benefícios da esterilização.
Fonte:
Anjos dos Animais
Link:
http://www.anjosdosanimais.org.br/

POSSE RESPONSÁVEL

O QUE É POSSE RESPONSÁVEL?
 Pelas ruas de nossa cidade, milhares de animais perambulam sofrendo maus-tratos, atropelamentos, envenenamento, e solidão...
 Esses cães e gatos são o resultado da irresponsabilidade de pessoas que deixam seus animais de estimação se reproduzirem indiscriminadamente. Esses animais vão parar na rua, muitas vezes abandonados por seus donos... E, na rua, eles continuam a se reproduzir. A conseqüência disso é a superpopulação de gatos e cachorros, e isso precisa ser combatido pois esses animais dificilmente terão um destino melhor do que a morte.
 A solução para isso é seguir uma simples linha: castração e adoção. Esses itens estão incluídos no que chamamos de posse responsável. Responsável porque a responsabilidade por esses animais é nossa, desde que domesticamos para nos fazer companhia. Agora, eles dependem totalmente de nós.

IMPORTÃNCIA DA CASTRAÇÃO
 Ao contrário do que muita gente pensa, a esterilização de animais não é nenhuma “judiação”. É um ato de amor com seu bichinho. Além de ele não se reproduzir, gerando ainda mais animais num mundo que não comporta tantos (existem mais animais de rua do que pessoas querendo ter um companheiro de estimação), a cirurgia de castração evita que ele se exponha a diversas doenças. Com isso, evita-se também o câncer de próstata em machos e de mama, de ovário e útero em fêmeas. Assim seu bichinho pode viver muito mais a seu lado, e você fica com a consciência tranqüila por nunca ter sido responsável por gerar e abandonar mais animaizinhos pelas ruas.
Os animais castrados continuam sendo ótimos para guarda e companhia. O comportamento deles só fica mais calmo e sociável com os donos e com outros animais. Eles vão continuar tentando agradar a família e protegendo a casa, mas agora sem marcar território com a urina. E a castração ainda evita que os machos escapem para ir atrás de fêmeas no cio e se percam.
A castração evita ainda aborrecimento com machos invasores, barulho de fêmeas no cio e, principalmente, ninhadas indesejadas. O grande problema de filhotinhos, além dos gastos extras com comida e veterinário, é arrumar donos responsáveis para todos eles. Lembre-se que dificilmente nascerão menos de quatro filhotes por ninhada.

Importância da castração em números
- No Brasil, há um cachorro para cada sete humanos e 10% deste total é de animais abandonados.

- Os animais se reproduzem em progressão geométrica. Dessa forma, uma cadela não castrada e seus descendentes gerarão cerca de 64.000 filhotes em apenas sete anos;

- Quando falamos de gatos o número salta para 420.000 novos animais, pois cachorros se reproduzem a cada seis meses, enquanto gatos se reproduzem a cada três meses;
 A solução para esse problema pode resumir numa equação simples: posse responsável + castração.

CASTRE O SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO!!!
E não faça parte desse problema.. e sim da Solução!

Fonte:
Anjos dos Animais
Link:
http://www.anjosdosanimais.org.br/

Com problema no dedo, tigre batizado de Lula passa por exames em SP

Animal pode ser submetido a cirurgia dependendo dos resultados.
Dedo de uma das patas deixa felino manco e pode ocasionar problemas.

Lula nasceu com problema no dedo que o deixa manco
 (Foto: Caroline Hasselmann/G1)

Um tigre batizado de Lula em razão de um problema no dedo de uma das patas está em São Paulo desde domingo (17) para realizar uma bateria de exames que apontem uma solução para o seu problema. O felino, de 1 ano e 8 meses, pesa cerca de 160 kg. Nascido em um mantenedouro em Maringá, no interior do Paraná, o tigre leva o mesmo apelido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve um dedo da mão amputado após um acidente quando ainda era metalúrgico.
Por conta do problema no dedo, o tigre Lula anda com dificuldade, o que preocupa os veterinários. Nesta sexta (22), o felino, que está "hospedado" em uma chácara em Cotia, será submetido a vários exames na Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu, no interior de São Paulo.Ary Marcos Borges da Silva, dono do mantenedouro de animais onde nasceu Lula e também o leão tetraplégico Ariel, diz que o animal é "tranquilo" e "dócil". “Ele nasceu com o dedo indicador separado dos outros. Por causa disso, ganhou o nome em homenagem a Lula”, conta.Silva afirma que o tigre não apresentava problemas ao andar apesar da separação do dedo. Por precaução, no entanto, diz ter procurado um veterinário para analisar a pata. “O veterinário disse que se continuasse assim, não teria problemas. Só que com mais ou menos 1 ano ele começou a mancar."Com o problema se agravando, outros profissionais foram procurados. E o tigre Lula chegou a tomar vitaminas e cálcio para fortalecer a cartilagem. Nesta sexta, na Unesp, ele fará exames que vão definir a necessidade ou não de uma cirurgia. O dono do felino diz confiar na universidade, que considera uma das melhores em veterinária do país.“São exames de sangue e radiografia. Poderão ser feitos também um ultrassom e uma tomografia. É bem provável que ele tenha de fazer a cirurgia”, diz a veterinária Lívia Pereira Teixeira.Segundo ela, como não consegue apoiar a pata corretamente, o tigre acaba compensando o peso do corpo nos outros membros, que podem ficar lesionados.

Silva põe coleira em Lula para levá-lo para fazer exames em Botucatu 
(Foto: Caroline Hasselmann/G1)
Fonte:
g1.globo.com/sao-paulo/noticia
Link: